Você também se pergunta se Deus faz milagres hoje em dia como antigamente?

Se não vemos tantos milagres, é porque que Ele mudou ou será que a Bíblia é um mito?

Até mesmo cristãos ficam questionando se milagres hoje em dia acontecem mesmo, e mal tem uma resposta para isso.

Enquanto isso muitos incrédulos baseiam na “falta de milagres” suas desculpas para não aproximarem-se de Deus, quando na realidade não se aproximam mesmo porque sabem que precisariam mudar sua maneira de viver, o que estes menos querem (Jo 3:19-20).

deus faz milagres hoje em dia ou nao - 7 Motivos porque não vemos milagres hoje em dia como antigamente

Do meu ponto de vista, a realização de milagres em nossos dias está condicionada a quatro fatores:

nossa fé,
obediência a Deus,
renúncia a si mesmo (entregar-se por inteiro à causa do evangelho),
e os propósitos divinos.

Hoje faço parte da Terceira igreja Batista de Rio das Ostras, RJ, e já tivemos casos de pessoas curadas de câncer, por exemplo (Link do vídeo com testemunho no final deste artigo).

Na Assembleia de Deus da qual eu era membro já houve um caso de cura de AIDS.

Missionários são os que mais convivem com situações de milagres. Alguns deles já testemunharam suas experiências aqui na igreja do Brasil.

Antes de abordar os 7 motivos porque não vemos milagres hoje em dia como antigamente, quero destacar uma coisa: é irônico como incrédulos ficam duvidando/questionando/cobrando de Deus que hajam milagres hoje em dia, se nem ao menos comprometem-se com Ele para ter algum crédito para pedir alguma coisa (e mesmo assim depende da vontade de Deus, e não da nossa).

Veja a resposta que Cristo deu a certos homens quando lhe pediram um sinal milagroso:

[…] Uma geração má e adúltera procura um sinal, não se lhe dará outro sinal senão o sinal do profeta Jonas; (Mateus 12:39 KJF)

Isto significa que nem sempre o milagre é algo realmente necessário, pois na maioria das vezes não é o exterior do ser humano que deve ser tratado, mas sim o interior.

Já viu aquele tipo de pessoa que, desacreditando numa outra e querendo desafiá-la diz: “aí tu não é o bonzão, faz isso aí que eu quero ver!”

É realmente necessário provar para esse tipo de pessoa alguma coisa? Vai adiantar?
É semelhante a situação que Jesus estava lidando no versículo que você leu acima.

Prossigamos com o artigo…

Os propósitos de Deus estão tanto na vida quanto na doença e morte.

Logo, eu vejo que nossa fé, submissão, obediência e confiança em Deus precisam estar firmes, além disso precisamos entender os desígnios dele, que estão tanto na morte quanto na vida ou na doença.

Veja como exemplo a morte do Senhor Jesus. Essa morte foi plano de Deus, do contrário não seríamos seus discípulos hoje.

O real propósito da morte de Jesus – Isaías 53: 10, 11;

A morte de Estêvão – Atos 7: 59, 60; 8:1-7.

A “doença” (não se sabe se era realmente uma doença, mas considera-se que sim) do apóstolo Paulo – 2 Coríntios 12: 7-9.

Eu considero que a maioria de nós, cristãos, não nos envolvemos com Deus e sua obra o suficiente para vermos ou realizarmos determinados milagres.

Outro fator importante é a época em que vivemos.

Seria hoje necessário abrir um mar inteiro? Com que objetivo? Seria necessário 10 pragas destruírem um país? Com que finalidade?

Na época passada todos estes milagres tiveram diversas finalidades específicas, mas nossa época não pede muitos deles.

O fato é que Deus sabe o que realmente precisa ser tratado no ser humano em cada lugar, em cada época, em cada cultura diferente, e cabe a nós, seus filhos, nos dispormos para o trabalho em Seu Reino (Mc 16:15-18; Jo 4:32-36; 20:21).

Abaixo estão alguns motivos porque não vemos milagres hoje em dia como antigamente.

#1 A incredulidade impede que milagres aconteçam!

E não fez ali muitas maravilhas, por causa da incredulidade deles. (Mateus 13:58 ACF)

Neste contexto Jesus pregava a Palavra em Nazaré, onde fora criado.

Por terem visto Jesus crescer e conhecerem toda sua família, os nazarenos não acreditavam que ele era o Messias, mesmo depois de vê-lo realizando alguns poucos milagres.

Daí então vem esta frase que você acabou de ler no versículo 58: Jesus não realizou muitos milagres ali por causa da incredulidade deles.

Isto significa que é necessário primeiro acreditar na divindade de Jesus para então o milagre acontecer, e não o contrário, isto é, querer que Jesus faça o milagre para só então acreditar nele (embora Deus possa fazer diferente da maneira que Ele quiser – ver João 4:47-48).

Por isto muitas pessoas se frustram e vivem questionando porque não vemos milagres hoje em dia como antigamente.

Muitos até querem acreditar e confessam com a boca tentando se convencer de que acreditam em Jesus, mas não conseguem confiar com seu coração.

A causa disso é a falta de conhecimento da Palavra de Deus e de Seu poder. Precisamos acreditar que Jesus é o Filho de Deus e tem todo poder.

Não espere ver um milagre antes para depois acreditar, pois quem garante que você vai seguir a Jesus depois de vê-lo?

Muitos ao longo da história, mesmo vendo milagres de Deus, não acreditaram ou confiaram nele (Nm 14: 1-4; Jo 9: 39-41).

Lembremo-nos do que Jesus disse a Tomé: Felizes os que não viram e creram (Jo 20: 27-29).

Por isso, se alguém quiser ver milagres hoje em dia, o importante antes é converter-se a Cristo, confiar sua vida a Ele e segui-Lo. Precisamos focar no que realmente é mais importante, e Deus sabe o que é (Rm 9:20; 11:35-36).

#2 Não queremos pagar o preço da renúncia para sermos capazes de realizar milagres hoje em dia.

Tudo que vemos ao nosso redor hoje em dia são os anseios do ser humano por uma vida de realizações, lazer, prosperidade, qualificação profissional e conquista de bens materiais.

Enquanto Jesus neste mundo em nada se importou com isto, senão em realizar a obra de Deus (Jo 4: 32-34).

Enquanto ele evangelizava, não tinha nem ao menos um local certo para passar a noite (Mt 8: 20).

Não sou contra a realização profissional e a conquista de bens materiais, todo ser humano precisa realizar-se e desfrutar dos frutos de seu trabalho (Ec 3: 10-13), o problema é para onde estamos inclinando mais o nosso coração, e acabar tornando dessas coisas uma idolatria (Mt 6: 24; Mc 8: 34-36; Rm 8:5; 1 Tm 6: 9-10, 17-18).

Muitos, alcançando seu bem estar, não percebem o quanto o mundo ainda padece de muitas necessidades, e dificilmente se movem para fazer algo a favor, renunciar a si mesmo e pagar o preço de viver pela causa do evangelho (Mt 16: 24-25).

Como pode então tal pessoa ver qualquer dos milagres de Deus atualmente? Passará a vida inteira e jamais verá acontecendo milagres hoje em dia como antigamente na Bíblia.

Assim, pois, qualquer de vós que não renunciar a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo. (Lucas 14:33 KJF)

#3 Milagres acontecem com a finalidade de gerar salvação.

Deus não cura as pessoas, por exemplo, por meramente curar, mas além de cura Deus tem um propósito mais importante ainda: a salvação.

No texto de Lucas 4: 23-30, Jesus afirma que haviam muitas viúvas em Israel nos tempos em que não havia chuva, enquanto uma fome grave estava assolando a terra, mas Elias, o profeta, só foi enviado a uma delas, pois esta acreditou no profeta para sua salvação.

Haviam também muitos leprosos nos dias do profeta Eliseu, mas somente Naamã foi purificado, pois posteriormente acreditou.

Do contrário da viúva de Sarepta e de Naamã, os homens que estavam na sinagoga ouvindo Jesus no texto citado acima, não acreditavam nele como sendo o Filho de Deus.

Jesus criticou essa incredulidade diante deles, por isso encheram-se de ira contra Ele e quiseram matá-lo (v. 28-30).

Por isso, mesmo que eles pedissem a Jesus que lhes mostrasse um milagre, não seriam atendidos (Mt 12: 39).

#4 A murmuração / contestação impede que milagres aconteçam.

Seria um milagre para os israelitas vencerem em batalha as nações que estavam ocupando Canaã nos tempos de Moisés, pois os povos eram muito mais fortes do que eles e mais preparados para guerra, tinham cidades fortificadas e eram homens grandes e fortes.

Mesmo nessas circunstâncias Deus lhes daria a vitória, mas por causa da murmuração e incredulidade/dureza de coração, uma geração inteira não pôde ver os milagres desta vitória acontecendo (Nm 14: 26-30).

Este tópico 4 me lembra bastante as pessoas dos supostos ateus de nossa atualidade, que vivem arrumando pretextos para se queixar contra Deus, alimentando assim sua incredulidade e a razão de que fazem jus.

#5 Os milagres de Deus tem propósitos maiores, além do que nossa mente possa imaginar, e as vezes O questionamos julgando termos razão.

O fato é, quem tem que ditar as regras, Deus ou nós?

Ai daquele que contende com seu Criador!

Deixe o caco contender com os cacos da terra.

Dirá o barro para aquele que o modela: O que fazes tu? Ou tua obra: Ele não tem mãos? (Isaías 45:9 KJF)

A arrogância do ser humano tem afastado Deus de si, julgando que Deus tem a obrigação de fazer o que ele julga ser o correto. Precisamos nos colocar no nosso lugar!

Não podemos tirar nenhuma conclusão precipitada ou questionar a Deus porque não estamos vendo grandes milagres nos dias de hoje.

Precisamos entender, compreender e aceitar que Deus é mais sábio do que nossa mente possa alcançar (Ec 11: 5).

As dez pragas enviadas ao Egito, por exemplo, não tinham somente o objetivo de tirar os israelitas de lá, mas também de humilhar, através de cada praga, todos os deuses em que os egípcios confiavam (Êx 9:15-17; Rm 9:17,20).

Dessa forma o Senhor provou ser o Único Deus Verdadeiro e deu a muitos egípcios a chance de acreditarem nele e serem salvos, como alguns foram, seguindo os israelitas.

Mesmo quando tudo parece ser o fim, Deus tem propósitos miraculosos nisso (Lc 24: 13-27; Jo 11: 38-44).

Eu sempre me questionei por que em João 5, por exemplo, Jesus curou apenas um paralítico e logo retirou-se do local sem curar os doentes restantes que estavam reunidos ali (Jo 5: 1-2, 13).

Com paciência para aceitar o que Jesus fez (mesmo sem entender), eu vim a compreender isso tempos depois, O intuito de Cristo era perdoar os pecados do homem que era paralítico e fazê-lo testemunhar sobre Ele aos judeus incrédulos (Jo 5: 8-18).

Jesus curou um cego em João 9 não simplesmente para felicidade dele, mas também para que este desse testemunho de Jesus para os líderes religiosos para ver se, por acaso, acreditassem no Filho de Deus.

Reparem que o propósito de Deus estava nestes enfermos desde sua doença até sua cura e posteriormente o testemunho que eles dariam sobre Jesus e os milagres de Deus (Jo 9:1-3).

Da mesma forma, Jesus curou um endemoniado gadareno a fim de levar salvação tanto para ele quanto para a cidade onde ele vivia, mas os cidadãos não creram nele e o expulsaram de lá (Mc 5: 1-20).

Como vimos, os milagres de Deus tem grandes propósitos, além do que podemos imaginar, mas antes dos milagres, situações a princípio muito ruins acontecem, para então Deus manifestar seu poder e seus desígnios sobre coisas impossíveis de acontecerem.

Mas alguém pode questionar: “Isto não é injusto? Deus usar a doença de alguém e deixá-lo sofrer durante certo tempo para então curá-lo?”

Pergunta isso para quem recebeu o milagre…

#6 Nossa sociedade atual é muito materialista!

Por este motivo muitos acabam, de certa forma, afastando Deus de si e não acreditam em curas e milagres nos dias de hoje.

As pessoas só dão crédito ao que elas podem ver e tocar, ao que está dentro de sua realidade.

Milagres são coisas que fogem às leis da natureza, por isso muitos nem esperam que estes aconteçam.

Se não acreditarmos em um Deus Todo poderoso, que é Jesus, não poderemos ver seus milagres também.

Veja atentamente este vídeo do testemunho de um médico (ex) ateu presenciando que Deus faz milagres hoje em dia;

#7 A realização de milagres também está relacionada aos dons espirituais.

Embora eu acredite que qualquer crente obediente à Palavra de Deus possa realizar milagres orando, nem todos possuem tal dom para fazer isto com certa frequência.

“a outro, poder para operar milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a outro, variedade de línguas; e ainda a outro, interpretação de línguas.

“Todas essas coisas, porém, são realizadas pelo mesmo e único Espírito, e ele as distribui individualmente, a cada um, como quer.”

São todos apóstolos? São todos profetas? São todos mestres? Têm todos o dom de realizar milagres?” (1 Coríntios 12:10,11,29 NVI)

Embora alguns problemas listados acima impeçam a realização de milagres, principalmente por não acreditarmos, Jesus afirma em João 4: 48 que certas pessoas não crerão enquanto não verem um milagre acontecer.

Como Tomé, que só acreditou que Jesus havia ressuscitado após vê-lo pessoalmente e tocar no corpo que havia sido crucificado.

Tenho certeza que você também tem sua opinião a respeito deste assunto a qual eu gostaria de ler nos comentários mais abaixo.

Quero concluir dizendo que tudo que precisamos fazer é acreditarmos no Senhor, sermos obedientes a Ele e realizar sua obra renunciando a nós mesmos e a todo pecado, e os sinais milagrosos nos seguirão (Mc 16: 17-18).

Veja abaixo o vídeo com o testemunho da irmã Joselita, da Terceira Igreja Batista de Rio das Ostras, que foi curada de câncer.

Deixe seu comentário sobre o estudo aqui no final do mesmo.

Créditos: Bíblia se Ensina

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS