O número de pessoas interessadas no batismo cresceu durante a pandemia do coronavírus.

Uma campanha de estudos bíblicos levou pelo menos 80 pessoas ao batismo na Argentina. O culto aconteceu em 22 de agosto, seguindo todos os protocolos de segurança para evitar a propagação da Covid-19.

A campanha “Uma Voz de Esperança” foi realizada entre 15 a 22 de agosto e resultou em muitos testemunhos. Um deles é o de Ester Brítez, uma mãe que, junto com suas filhas, Aylén e Alma, decidiu ser batizada.

“Estamos muito felizes pela decisão que tomamos”, disse Ester ao site Notícias Adventistas.

A decisão de Ester teve um impacto ainda maior em sua família. “Seu pai e sua irmã também decidiram estudar a Palavra de Deus”, diz o pastor que fez o batismo, César Sifuentes.

Histórias como a de Ester se repetem em toda a Argentina. Desde crises familiares a problemas de saúde, muitos viram os acontecimentos da vida os aproximarem de Deus.

Durante este período delicado, a Novo Tempo tem visto aumentar o número de pessoas interessadas nos estudos bíblicos. “Centenas de mensagens com a palavra ‘aceito’ chegaram pelas redes sociais para a realização de estudos bíblicos”, diz a publicação.

De acordo com um estudo realizado no início da quarentena, o número de pesquisas no Google pela palavra “oração” teve um grande aumento, enquanto o coronavírus vinha ganhando as manchetes.

“Em tempos de crise, os humanos tendem a recorrer à religião para aliviar o stress e buscar explicação. A pandemia de COVID-19 em 2020 não é exceção”, disse Jeanet Sinding Bentzen, professora associada da Universidade de Copenhague e diretora executiva da Associação para o Estudo da Religião, Economia e Cultura.

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DAS NOTÍCIAS ADVENTISTAS

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS