A traição é talvez o pior golpe num casamento ou relacionamento estável. Nem sempre é fácil perdoar e seguir em frente. Não importa se foi um caso passageiro, sem envolvimento emocional, ou duradouro, sempre ficam ressentimentos e mágoas.

Para muitos, superar uma traição é uma atitude difícil, quase impossível. Mas muita gente consegue passar por cima do orgulho e dar uma nova chance ao parceiro. Isso não significa que para essas pessoas a tarefa seja mais fácil, pois o momento pós-descoberta é um choque para todos.

Entender os sentimentos que envolvem a situação é o primeiro passo para superar a infidelidade de seu companheiro. Segundo especialistas, ao descobrir uma traição a pessoa passa por cinco fases até que finalmente perceba que a vida continua e que é preciso reagir.

Fase 1: Negação. A negação funciona como uma defesa psicológica, e pode ser consciente ou inconsciente. Com o passar do tempo, a vítima da traição tende aceitar a real situação.

Fase 2: Raiva. Após reconhecer que a traição existiu, é provavel que a pessoa sinta ódio de seu companheiro.

Fase 3: Negociação. A terceira etapa envolve a esperança de que o fim do relacionamento não seja uma sentença. Nessa hora, argumentos como filhos e família podem pesar muito.

Fase 4: Depressão. Lembre-se que sentir-se triste e deprimido faz parte do processo de cura, e mostra que você começou a aceitar a traição como realidade.

Fase 5: Aceitação. Esta fase varia de pessoa para pessoa. Você percebe que sua vida vai continuar, e você pode fazer o melhor possível para o seu bem-estar.

Como lidar com a infidelidade?

A terapeuta de casais Elvira Aletta elaborou dicas para o site Your Tango com passos essenciais para um casal tentar retomar o relacionamento depois de uma traição. Confira as orientações:

Não piore a situação

Após o choque da descoberta, não fique procurando mais provas da traição.

Terminar o caso imediatamente

Gentilmente, completamente, totalmente. Isso tem que vir em primeiro lugar, se a parte que está traindo quer a reconciliação. ‘Amizade’ não é uma opção.

Repensar o relacionamento

Se qualquer um dos dois não tem certeza se querem ficar juntos, é melhor deixar isso claro ao parceiro. Sentir-se confuso após uma traição é normal, mas só não deixe que isso seja uma desculpa para evitar falar sobre a realidade. Escrever sobre suas frustrações e mágoas é uma boa forma de lidar com os sentimentos confusos.

Nada de segredos

Se o seu parceiro quer saber os detalhes do caso, você deve contar a ele. Eles o ajudam a compreender a realidade.

Parar de correr e enfrentar a dor

Evitar a dor é, muitas vezes, o que levou ao caso fora da relação. Enfrentá-la é aterrorizante, mas necessário. Tome coragem e discuta os aspectos no relacionamento.

Foco no relacionamento

Expresse seus remorsos e diga sinceramente que você vai fazer o que for preciso para voltar a focar no relacionamento. Em seguida, faça-o.

Assumir a responsabilidade

Resistir aumenta a culpa. O caso é um sintoma de que havia algo muito errado no relacionamento. Ambas as partes precisam cavar fundo para descobrir e aceitar sua parcela de responsabilidade. Se os verdadeiros problemas não são abordados, nada muda.

Perdão

Todos os envolvidos precisam de perdão, para curar-se do trauma. Ambas as partes estão feridas, estão de luto e precisam de perdão. Um bom conselheiro de relacionamento pode ajudar a negociar esse entendimento.

Tempo

Isso é essencial para a cura completa. A confiança se assemelha às flores minúsculas que precisam de tempo para recuperar suas raízes profundas e torná-las resistentes.

Fonte: Sucesso no Casamento

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS