Por: Douglas Junior Correa Guanes

Sim é isso o que você leu! Vemos uma grande maioria bajulando o agressor por anos, e não dando valor para os caras bons.

Já reparou que nada está bom nos caras bons, e já nos agressores tudo está perfeito?

Quantas já comeram o pão que o diabo amassou nas mãos, de um machista violento e hoje rejeita ou, coloca defeitos no cara que faz tudo por ela?

Já reparou que os casamentos que há violência contra a mulher, dura mais que os casamentos onde o cara é cordial, compreensivo, amoroso e fiel?

Eu às vezes me pergunto, porque os caras certos são cheios de defeitos, e vistos como o opostos de pensamento das suas parceiras, e o agressor é visto como a mente certa, com os mesmos pensamentos e coisas iguais a elas?

Algumas passam até a aponta coisas positivas, nos caras que batiam nelas após se separarem. Como se um agressor tivesse algum lado bom, para justificar alguma virtude.

A questão é que os caras bons, são vistos como dramáticos e chatos, já o agressor de alguma forma, é mais atraente, os relacionamentos duram mais, são mais amados e na maioria das vezes, não são traídos!

RECOMENDAMOS



O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS