A vida é o maior dom e a maior dádiva que Deus concede. E Jesus Cristo é a vida que nunca morre.

“Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e para sempre.” (Hebreus 13.8)

É por isso que Jesus nunca assistiu a um velório. Ao chegar à casa de Jairo, o velório foi suspenso, porque a filha de Jairo ressuscitou (Mateus 9.23-26). Ao se encontrar com o cortejo fúnebre do filho da viúva de Naim, Jesus parou o enterro, e o jovem ressuscitou (Lucas 7.11-17). Na casa de Lázaro, Jesus só chegou quatro dias após o velório; e, mesmo assim, o homem ressuscitou (João 11.1-45).

Sendo a ressurreição e a vida, a morte não tem poder sobre Jesus e não prevaleceu sobre ele. Ele mesmo se entregou para morrer pelos nossos pecados. Foi o próprio Jesus quem disse:

“Ninguém tira a minha vida; pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para entregá-la e também para reavê-la.” (João 10.18)

Sendo o próprio Autor e Príncipe da vida, Jesus Cristo nos prometeu vida em abundância (João 10.10).

Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente. (Hebreus 13: 8)

Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, mesmo estando morto, viverá.
(João 11:25)

O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância. (João 10:10)

*Texto e créditos a Sociedade Bíblica.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS