Além disso, o entregador ganhou 1,4 milhão de seguidores no Instagram

O motoboy Matheus Pires Barbosa, que foi humilhado por injúrias racistas por um morador em um condomínio de classe média alta, em Valinhos (SP), recebeu grande apoio nas redes sociais. Isso porque, o entregador de 19 anos ganhou uma moto nova para trabalhar, uma vaquinha que chegou a R$ 112 mil e já acumula mais de 1,4 milhão de novos seguidores no Instagram.

“Essa ajuda vai me ajudar bastante. Minha moto estava ferrada no mecânico. E, como eu estou recebendo ajuda de todos os lugares, vou doar a minha para outra pessoa. Tudo isso já mudou a minha vida. Mas a gente fica achando que as coisas acontecem longe da gente, mas o racismo e o preconceito está perto da gente. No meu caso se não tivesse ninguém gravando, talvez seria mais um caso que ninguém saberia de nada”, disse Matheus.

Entenda o caso:

Embora o caso tenha acontecido no último dia 31 de julho, no interior paulista, o episódio ganhou notoriedade apenas na última sexta (07) pelas redes sociais. A plataforma de entregas iFood afirmou, através de suas redes sociais, que baniu o técnico em contabilidade da plataforma e ofereceu suporte jurídico e psicológico para o entregador de 19 anos.

Ainda na sexta, a rede iFood anunciou que iria banir o técnico em contabilidade da plataforma e que iria prestar suporte jurídico e psicológico ao entregador.

De acordo com relatos de vizinhos, Mateus possui um vasto histórico de ofensas e ataques contra pedreiros e seguranças da região. E que, segundo um delegado de Polícia Civil, o morador possui esquizofrenia.

Fonte: MblNews

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS