A família circula pelos blocos do Rio carregando faixas que chamam atenção do público, como: “Busque a Jesus, não a uma Igreja”, dizia uma. “Atrás de uma cara feliz,

RIO – A família de americanos que sábado estava no Bola Preta, no Centro , com a tentativa de evangelizar os foliões , neste domingo não teve um dia tão receptivo daqueles que curtiam a Bangalafumenga, no Aterro do Flamengo. Durante o desfile, o vocalista da banda, Rodrigo Maranhão, fez um pedido à família, que carregava faixas com frases falando sobre Jesus.

— Peço, por favor, que vocês nos respeitem. A gente não invade a igreja de ninguém. Estamos espalhando alegria aqui para todo mundo, queremos curtir nosso Carnaval e nada além disso. — pediu. Em seguida, o público reagiu com aplausos.

O grupo não pertence a nenhuma igreja, mas diz que crê no que diz o Novo Testamento e nas mensagens de Jesus. Pelo segundo ano consecutivo, a família circula pelos blocos do Rio carregando faixas que chamam atenção do público, como: “Busque a Jesus, não a uma Igreja”, dizia uma. “Atrás de uma cara feliz, escondemos um coração triste”, trazia outra. Para eles, os quatro dias de folia significam uma oportunidade de pregar o nome de Jesus para os foliões, na tentativa de “eliminar o tumulto interior” e receber “o verdadeiro perdão para o pecado”.

Abraão Woroniecki, de 36 anos, que integra o grupo, afirmou que não queria ofender ninguém com suas faixas. Segundo ele, o público aceitou bem os panfletos distribuídos, tendo atingido mais de mil pessoas.

— Queremos fazer tudo com respeito ao outro, nosso objetivo não foi desrespeitar o vocalista. Eu acho que ele se sentiu ofendido pessoalmente, não entendeu nosso recado que todos estão tristes por dentro – afirma.

Fonte: Gospel Geral

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS