Além de nos encher de beijos, amor e conselhos, as avós são uma parte fundamental de nossas vidas. Em muitos casos, além de dar carinho e afeto, elas também são as que cuidam das crianças da família.

E você sabia que isso também acontece no mundo animal? Pelo menos entre as orcas: um estudo mostrou que esta espécie de baleia sobrevivem muito tempo após a menopausa porque cuidam de seus filhos e até netos.

Publicada na revista Nature, a descoberta foi feita por cientistas e especialistas em vida marinha, que analisaram dados coletados durante 43 anos para identificar as possíveis razões pelas quais essa fase não reprodutiva (menopausa) ocorre nesse tipo de baleia.

Os resultados mostraram que isso acontece porque as orcas procuram prolongar sua vida útil para garantir a sobrevivência de seus filhotes e alcançar a idade reprodutiva.

A pesquisa explica que, em grande parte, a sobrevivência de uma família orcas depende do caçador mais experiente, que na maioria dos casos geralmente é a avó. Essas matriarcas podem viver até 80 anos e sua “sabedoria” define a diferença entre vida e morte para suas famílias.

Elas eram responsáveis, por exemplo, por ajudar seus parentes a sobreviver, ensinando como, quando e onde encontrar alimentos, além de também cuidar de filhotes do grupo.

Dessa forma, os cientistas confirmaram que as fêmeas mantêm um relacionamento mais próximo com seu grupo local à medida que envelhecem, diferentemente dos machos, que, uma vez que terminam o ciclo reprodutivo, deixam a família.

Matéria traduzida do original de VIX espanhol, do autor Carolina Lomas.

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS