Em evento que discute o novo Brasil na perspectiva cristã, Abraham Weintraub fala sobre a importância dos valores bíblicos na família e na educação.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou a história bíblica de Davi e Golias para representar o cenário do governo no último sábado (19), em um evento promovido pela Bancada Evangélica em Manaus, no Amazonas.

“Eu não sou o rei Davi que está enfrentando Golias. O presidente Bolsonaro é o rei Davi que está enfrentando Golias. Eu sou a pedra que o rei Davi pegou do chão, colocou na funda e jogou para derrubar Golias. E a pedra não pensa, ela voa”, declarou Weintraub.

“Quando Golias cair no chão, peguem a espada e cortem a cabeça, e mostrem para os filisteus que o povo de Deus não tem medo deles. O Ministério da Educação e do Ensino é do povo do livro”, acrescentou, segurando uma Bíblia.

Seu discurso foi feito na Conferência para Agentes Públicos e Políticos Cristãos da Frente Parlamentar Evangélica no Congresso Nacional, realizado na Faculdade Boas Novas. O tema do encontro foi “O novo Brasil na perspectiva cristã”.

Weintraub fez uma análise sobre a influência da ideologia marxista no Brasil nos últimos anos e defendeu a importância da família.

“Quando Deus fez Adão e Eva, Ele fez a família; então a família é obra de Deus. O Estado é obra do homem, foi feito pela mão do homem. E por que a família tem que se ajoelhar diante do Estado? Está errado”, afirmou.

O ministro ainda criticou a agenda LGBT que tem sido promovida em escala global. “Gênero na biologia só tem um, que é o gênero humano. Não existe LGBT. Dentro disso só temos duas opções: homo sapiens ou neandertal”, observou.

“Na biologia, qualquer mamífero só pode ser macho ou fêmea. ‘Mas eu tenho atração pelo outro sexo’. Eu amo o pecador, eu abomino o pecado, eu vou tratar essa pessoa com todo o respeito”, acrescentou.

Ele observou ainda que a ciência e a religião têm sido desacreditadas pela agenda LGBT. “A ciência é meu escudo. A espada é minha fé. Esse livro fala da verdade, e a verdade liberta”, disse Weintraub segurando a Bíblia.

“Os dois, espada e escudo, buscam a verdade. E é por isso que toda hora eles atacam a ciência e a Bíblia. Eles querem nos deixar desarmados, porque sem a Bíblia, a gente não sabe quem a gente é no mundo ocidental”, afirmou. “No mundo ocidental, mesmo você não acreditando em Deus, você tem os valores que estão na Bíblia”.

A conferência contou também com a participação da ministra Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos), do deputado federal Silas Câmara (presidente da Bancada Evangélica) e do juiz federal William Douglas.

FONTE: GUIAME

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS