A filha, que é jornalista, relatou os últimos momentos

Norma e Francis Plattel viviam numa casa de repouso, na Austrália. Ambos já tinham mais de 90 anos de idade. No início deste ano, os dois morreram praticamente no mesmo instante e de mãos dadas.

Quem relatou o momento da partida foi a própria filha, Amanda Platell, que é jornalista do Daily Mail. Norma já sofria há algum tempo com a doença de Alzheimer e, segundo os médicos, não sobreviveria até o Natal de 2018.

De acordo com o Daily Mail, ela já não falava por conta da doença. Francis cuidou dela em casa, mas com o tempo a tarefa ficou difícil demais para ele. Assim que a esposa foi levada para a casa de repouso “foi como se um pedaço dele havia morrido”, conta Amanda.

Francis decidiu que iria passar os dias com ela na casa e à noite iria embora. O casal assistia a programas de TV, jantava juntos e estava sempre de mãos dadas. Vez ou outra Norma dormia no ombro de Francis, em um gesto de segurança e amor.

Com o tempo, Francis também ficou mais fraco e foi encaminhado para a casa de repouso. “Papai estava muito feliz por estar com mamãe o tempo todo, em seu próprio quarto, as camas lado a lado”, relatou.

A filha frisou que o pai sempre dizia que seu lar era onde Norma estivesse. Os últimos dias do casal mostraram o quanto esse amor era forte. “Eles faziam morada um no coração do outro, de fato”, disse.

Nos últimos dias, o casal estava acamado e sendo medicado. “Se ele não comia, ela também não comia. Se não tomava água, ela também não”, explicou. Na noite de 6 de janeiro, Norma passou a respirar com dificuldade e Francis estava mais inquieto que o normal.

Quando a enfermeira voltou 10 minutos depois para verificar a medicação, os dois já haviam morrido, de mãos dadas e juntos, como sempre estiveram. Nem mesmo o médico conseguiu dizer quem morreu primeiro e então as duas certidões saíram com o mesmo horário de óbito.

 

Fonte: Gospel Prime

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS