No feriado de 15 de novembro, foi realizado em Indaiatuba interior de SP um casamento umbandista. A celebração contou com a presença de um padre e pastor evangélico.

O a cerimônia foi no Mosteiro de Itaici, fica em um dos bairros mais antigos da cidade. De acordo com o sacerdote Umbandista Cristiano Costa, que esteve presente na cerimônia, o casamento é um símbolo de união entre duas pessoas que se amam. Disse ainda que essa junção de diferentes religiões em um único lugar, demonstra que as pessoas precisam se unir, independente de quais as suas crenças.

“Por isso convidados um padre e um pastor para participar do casamento no Mosteiro, mostrando que estamos abertos a todas as denominações religiosas”, disse o sacerdote.

E a participação do padre e do pastor evangélico teve a permissão dos noivos, que receberam uma benção especial. A celebração foi cheia de energias positivas, união e amor entre as pessoas.

Para o sacerdote umbandistas, foi importante essa união entre as religiões. principalmente devido o momento delicado que o Brasil está passando. Divergências religiosas, agressão verbal e física entre aqueles que não aceitam a opção religiosa do próximo, ainda mais contra o povo que prega conceitos de matrizes africanas.

Nós adeptos das religiões de matrizes africanas, sofremos muitas represálias, e dentro de Indaiatuba temos muitos casos, e por não querer que isso tome grandes proporções, são ações como essas neste casamento que precisam ser incentivadas em nossa cidade”.

Diferente do que muitos especularam, durante o casamento no Mosteiro de Indaiatuba, não houve culto ao diabo, nem trabalhos, oferendas, sacrifício de animais ou qualquer ato pecaminoso, de acordo com os organizadores da celebração.

Isso porque, não só os noivos como o sacerdote, disseram que tais atos são repudiados pelos umbandistas, e por isso a presença do padre e do pastor foi para comprovar tudo isso.

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS