As autoridades chinesas intensificam a repressão contra os cristãos. Agora eles estão oferecendo recompensas financeiras para quem fornece informações sobre reuniões cristãs ou de evangelismo.

A medida visa detectar as numerosas igrejas domésticas que existem nas áreas rurais da China e que operam no subsolo.

Segundo documentos obtidos pela revista Bitter Winter, eles explicam que os incentivos econômicos se baseiam nas informações fornecidas. Por exemplo, um documento emitido por um subdistrito na cidade de Nanyang, na província chinesa de Henan, afirma que qualquer pessoa que se reporte de um grupo cristão receberá uma recompensa de US $ 30 a US $ 150.

Denunciar alguém por criar ou espalhar imagens cristãs pode ser recompensado de US $ 75 a US $ 300. E se o relatório tiver um impacto significativo, a recompensa será de US $ 750 a US $ 1.500. Os relatórios sobre a conversão para um crente podem receber de US $ 15 a US $ 300.

Para facilitar as informações às autoridades e informar os fiéis, a China estabeleceu caixas de notificação em vilarejos, linhas telefônicas e sites. Um funcionário da vila revelou que, quando uma pessoa telefona para relatar uma reunião, a localização do chamador é registrada imediatamente e o endereço do local da reunião pode ser rapidamente determinado,

O número da linha direta gratuita está impresso nas caixas de relatório que dizem: “Caixa para relatar locais de reunião e atividades missionárias cristãs”.

“As autoridades estão reprimindo as crenças religiosas”, disse um morador, e “as pessoas da vila estão proibidas de acreditar em Deus”.

O impacto dessas novas práticas já foi sentido. A revista Bitter relatou que um crente local disse que, ao criar caixas de relatórios, as autoridades restringiram eventos religiosos, reuniões e evangelismo e “colocaram os crentes em risco de serem presos a qualquer momento”.

Fonte: AcontecerCristiano.Net

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS