A médica Thamine Mesquita do Vale resolveu fazer um desabafo ao constatar que, em três horas de atendimento, assinava o terceiro pedido de internação para paciente com coronavírus. “Continue fazendo festa que eu te vejo aqui no plantão”.

A médica de urgência e emergência Thamine Mesquita do Vale resolveu fazer um desabafo no Instagram ao constatar que, em três horas de atendimento no Centro de Atenção Integral em Saúde (Cais) de Campinas, em Goiânia, assinava o terceiro pedido de internação para paciente com coronavírus. “Continue fazendo festa que eu te vejo aqui no plantão”.

De acordo com a médica, entre 60 e 70 pessoas pessoas com sintomas de Covid-19 procuram atendimento médico no Cais de Campinas todos os dias. Destes casos suspeitos, cerca de 10 são internados.

Segundo informações do G1, na manhã da última quarta-feira (17), todos os leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratar casos suspeitos e confirmados de Covid-19 em hospitais públicos da capital estavam lotados.

“A coisa está bem feia. Só no Cais Campinas tem cerca de 60 a 70 atendimentos só de Covid-19 e pedimos internação para cerca de 10 pessoas e, às vezes, é preciso de internação para outras especialidades, porque tem acontecido casos de Covi-19 junto com outras doenças. Não é momento para fazer festa e esquecer que está acontecendo uma pandemia que está tirando tantas vidas”, contou a médica.

1 ‘Continua dando festa que eu te vejo no meu plantão’ diz médica em post viral 300x188 - Continua dando festa que eu te vejo no meu plantão, diz médica em post que viralizou

A foto e a mensagem de desabafo de Thamine foram postadas na terça-feira (16) e não demorou a viralizar nas redes sociais. A médica conta que não esperava tanto impacto na internet.

“Fiquei impressionada com a repercussão”, comenta Thamine Mesquita.

Para a médica, é frustrante sair nas ruas e notas pessoas sem máscara de proteção facial e com poucos hábitos de higiene pessoal.

“Nós, como profissionais de saúde, após observar o que acontece com os doentes, ficamos frustrados de não ter apoio da população que fica dizendo que somos heróis. É muito ruim sair de casa e ver pessoas sem máscaras, como se estivesse tudo normal. Estão morrendo mais de 1 mil pessoas por dia por conta de uma doença”, disse a médica.

***
Destaques Psicologias do Brasil, com informações de G1 Goiás.
Foto destacada: Reprodução/Instagram.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS