Em MS, deputados aprovaram nota de repúdio contra o grupo de humor

A produtora dos programas Porta dos Fundos foi alvo de um ataque com dois coquetéis molotov, nesta terça-feira (24), no Humaitá, na Zona Sul do Rio de Janeiro. O caso foi registrado como crime de explosão na 10ª DP (Botafogo), conforme informações do G1.

Um segurança do local conteve o incêndio e evitou uma tragédia maior, assim a produtora teve apenas danos materiais no quintal e na recepção. O funcionário viu uma motocicleta na contramão e uma picape passando na hora em que os artefatos foram jogados.

Em nota enviada ao G1, a assessoria informou que o “Porta dos Fundos condena qualquer ato de ódio e violência e, por isso, já disponibilizou as imagens das câmeras de segurança para as autoridades e espera que os responsáveis pelos ataques sejam encontrados e punidos”.

A empresa tem sido criticada por causa do especial de Natal, exibido pela Netflix. No programa humorístico, há insinuações de que Jesus seria gay e muitos grupos religiosos vem fazendo várias campanhas de boicote aos atores, produtores e canal de streaming.

Em Mato Grosso do Sul, os deputados estaduais chegaram a fazer uma moção de repúdio para a produção.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS