Deus responde as nossas orações de forma inexplicável, e através da sua palavra nos instrui acerca de qualquer escolha ou decisão.

Quando nos envolvemos com Ele, quando nos colocamos em suas mãos, quando confiamos a Ele os nossos sonhos e os desejos do nosso coração, Ele faz a sua vontade em nós, e nos mostra com nitidez aquilo que o desespero, ou o nosso emocional abalado e desesperançoso muitas vezes, não nos permite ver.

O Rei Salomão estava diante de uma causa complicada, que exigia dele além de muita paciência e controle, sabedoria. Ele se encontrava diante de duas mães que alegavam ser a mãe de uma criança. Ambas haviam tido filhos, porém uma delas acidentalmente havia dormido em cima do seu bebe, e o mesmo veio a óbito. No calor da dor, e do desespero pegou o filho da outra, e insistentemente se dizia ser a verdadeira mãe da criança. Salomão, sem saber a quem realmente a criança pertencia fez a seguinte proposta, vamos partir a criança ao meio, cada uma fica com uma parte e pronto, não haverá mais brigas, mas logo a verdadeira mãe se posicionou dizendo: eu prefiro o meu filho nas mãos dela, do que morto (Ireis 3:16-28).

Naquele momento, o rei , pela sua tamanha sabedoria vinda do alto, teve certeza de quem era a verdadeira mãe. Aquela que abriu mão pra não ter que ver o seu filho morto, provou a todos o quanto o seu filho era amado, e o quanto ela o queria bem, e por esse motivo teve o seu filho de volta. Isso acontece com a gente, às vezes temos que sair de cena, respirar fundo, e permitir com que o tempo resolva sem termos que brigar pelo que já nos pertence pelo coração.

O amor verdadeiro não te faz se sujeitar a disputas, e aquilo que é seu, ninguém, por mais que tente tirar de você, consegue por mão. Deus devolve, Deus faz com que os propósitos dEle se cumpram em sua vida de uma maneira surpreendente. A Ele, ninguém engana. Confia nele, e saia de cena! Pare de querer fazer do seu jeito, DEIXA ELE TRABALHAR.

Por: Cecilia Sfalsin

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS