O pastor Augustus Nicodemus reagiu e disse que a igreja não está preocupada com o recolhimento de ofertas, mas com o povo sofrido

O Decreto do Governador do Estado de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), publicado nesta terça-feira (12), que institui o Lockdown em decorrência da COVID-19, viola a liberdade religiosa.

Com o novo decreto, todas as igrejas, fica proibido de fazer culto on-line. A ANAJURE, (Associação Nacional de Juristas Evangélicos), argumenta que, da forma como está no Decreto 49.017/2020, há violação da liberdade religiosa.

O pastor presbitériano Augustus Nicodemus, Pastor auxiliar da “Primeira Igreja Presbiteriana do Recife”, fez um apelo para que o governador autorizasse a volta dos cultos on-line, pois de acordo com o pastor, as medidas tomadas pelo político, violam o princípio de liberdade de religião que é garantido pela Constituição Federal.

“Quando primeiro se proibiu a as reuniões presenciais nós acatamos porque entendemos a necessidade do isolamento social. Foi nos dada a opção de fazer cultos on-line, e agora essa opção também nos é tirada, porque nós não podemos mais se deslocar até os nossos templos de onde fazemos as transmissão, e onde não há agrupamento. Por isso que nós pedimos ao senhor que façã uma revisão nesse decreto e introduza uma cláusula de exceção, para que religiosos de todas as religiões possam acessar os seus templos e dali pastorear o seu rebanho on-line como auternativa que nós temos,” disse Augustus.

O pastor também disse ao governador que a igreja não estava preocupada com o recolhimento de ofertas, mas com o povo sofrido que precisa de ajuda nesse momento de dificuldade.

Fonte: O Fuxico Gospel

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS