Relacionamentos douradores sem finais felizes, onde cada um segue um rumo passando por várias vidas, corpos, bocas, sem remorso ou até mesmo das promessas feitas, para alguém que um dia já foi o seu tudo.

Quando se tem a opção de terminar e recomeçar, se acaba a chance de um final feliz.

Podemos ver claramente o amor se esfriando, pessoas sendo abandonadas e abandonando historias construídas por pouca coisa. Vemos novos capítulos sendo escritos em cima de historias borradas por falta de vontade por parte das pessoas.

Os felizes para sempre deixaram de existir, e foi substituído por filosofias sem base, sem anexo, simplesmente para cobrir a falta de vontade, maturidade, amor. É bem mais fácil terminar e recomeçar do zero, do que lutar por uma historia, um amor.

O mundo nos ensina que só basta ter amor-próprio para tudo estar bem, que a mulher não precisa do homem e que o homem, não precisa de uma única mulher e sim de varias, para suprir o seu instinto masculino.

Adão não pediu uma companheira e mesmo assim Deus fez Eva!

Esse pensamento individualista, onde se dá opções para momentos errados, está acabando com o amor, com o para sempre. Violência e traição deveriam ser os únicos motivos para se desistir de alguém, mas vemos pessoas desistindo de seus amores simplesmente por que acham que são diferentes.

Tudo o que rejeitamos perdemos, e tudo o que perdemos um dia faz falta! Não se rejeita amor, ainda mais no mundo que vivemos hoje.

 

Por: Douglas Junior Correa Guanes

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS