O ministro das Comunicação de Israel, invoca lei do país e promete não permitir o trabalho missionário da Shelanu TV.

O ministro das Comunicações de Israel ameaçou fechar um novo canal evangélico em língua hebraica que visa “levar o Evangelho de Jesus aos lares, vidas e corações do povo judeu”.

Com licença emitida recentemente, a Shelanu TV está proibida de transmitir conteúdo que sujeite os espectadores a “influência indevida”.

Evangelizar, portanto, está fora de questão, segundo mensagem reiterada pelo ministro da comunicação e membro do partido do Likud, David Amsalem.

“Não permitiremos que nenhum canal missionário opere no Estado de Israel – nem em nenhum momento nem em nenhuma circunstância”, declarou.

Ao saber que o canal messiânico compartilharia o Evangelho de Jesus Cristo, Amsalem imediatamente pediu ao Conselho de Radiodifusão a Cabo e por Satélite de Israel para investigar.

“Assim que soube do incidente, pedi ao presidente do conselho que iniciasse uma investigação abrangente para determinar que nenhum canal viole os termos de sua licença e, se esse canal estiver envolvido em atividades missionárias, será retirado imediatamente”, advertiu.

Sob a lei de Israel, é ilegal processar alguém com menos de 18 anos sem primeiro obter o consentimento dos pais.

A Shelanu TV é o braço israelense da emissora cristã GOD TV. A rede assinou recentemente um contrato de sete anos com a HOT, uma empresa israelense de televisão a cabo que atinge cerca de 700.000 residências.

Ward Simpson, o CEO da GOD TV, anunciou em um vídeo que a rede “recebeu permissão do governo para transmitir o Evangelho de Jesus Cristo – Yeshuah, o Messias – em Israel na TV a cabo no idioma hebraico. Nunca antes, tanto quanto sabemos na história do mundo, isso já foi feito.”

O vídeo foi prontamente removido do site da GOD TV na terça-feira.

Ron Kantor, diretor regional da rede, insistiu que sua emissora havia sido totalmente transparente durante o processo de licenciamento.

“Perguntei-lhes imediatamente: ‘Podemos transmitir em hebraico?’ E a resposta foi um enfático sim”, disse ele ao Haaretz.

“Não temos vergonha de quem somos e do que acreditamos. Disseram-nos muitas vezes que as leis mudaram e não havia problema com a nossa programação. Certamente, se estivéssemos fazendo algo sorrateiro, não o teríamos anunciado ao mundo”, declarou Kantor.

Asher Biton, presidente do Conselho de Transmissão por Cabo e Satélite do ministério, disse ao Haaretz que não sabia que o novo canal se envolveria em atividades missionárias e disse que, embora a programação religiosa seja permitida, a programação missionária é proibida sob os termos de sua licença.

Emissora cristã

A GOD TV, uma rede internacional de mídia cristã que transmite em cerca de 200 países, e que agora passou a transmitir o canal Shelanu em língua hebraica na semana passada na rede a cabo HOT.

“Hoje fizemos história! Pela primeira vez na história, um canal de televisão messiânico está transmitindo o Evangelho por Israel na língua hebraica”, afirma um comunicado no site da GOD TV.

“Shelanu se traduz como ‘nosso’ em hebraico. Queremos que toda pessoa em Israel saiba não sobre um Messias estrangeiro, mas judeu! O nome dele é Yeshua e Ele não esqueceu o Seu povo”, declarou.

A Shelanu está sendo operado em parceria com a Tikkun International, com sede em Israel, que se descreve como “uma família global de ministérios, congregações e líderes, dedicada à restauração dupla de Israel e da Igreja”.

“Queremos que os espectadores judeus compreendam o fato de que Jesus é deles. Que ele não é estrangeiro, intruso ou impostor ”, disse Tikkun em um anúncio do novo canal em seu site. “Ele é o Messias judeu, nascido em Israel, criado como judeu.”

FONTE: GUIAME, COM INFORMAÇÕES DO PREMIER E TIMES OF ISRAEL

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS