Os agricultores etíopes, que perderam todas as suas colheitas por causa da praga dos gafanhotos, estão aceitando a mensagem do Evangelho e encontrando esperança em meio à calamidade.

Secas e inundações causaram uma crise alimentar na Etiópia, agora com o aparecimento de milhões de gafanhotos, a situação está piorando, intensificando ainda mais a crise alimentar no país africano.

Segundo relatórios de especialistas da ONU, uma infestação média de gafanhotos pode cobrir 150 km em um único dia e consumir o equivalente a alimentos para 35.000 pessoas. Além da Etiópia, os gafanhotos do deserto estão devorando plantações e pastagens em países como Somália, Quênia, Tanzânia e Uganda.

Em meio à crise humanitária, os missionários que trabalham na área viram uma crescente receptividade ao Evangelho pelos agricultores etíopes.

“Os plantadores de igrejas estão vendo mais receptividade ao Evangelho entre grupos de pessoas, como somalis e afar, que são os dois maiores grupos de pessoas não alcançadas na Etiópia. E, desse ponto de vista, há uma grande oportunidade”. Greg Kelley disse à Missão Mundial.

A Missão Mundial compartilha a verdade do Evangelho aos povos não alcançados por meio de líderes locais e nacionais. Esses trabalhadores vivem entre grupos de pessoas na mesma comunidade.

Na Etiópia, muitos trabalhadores da Missão Mundial enfrentam as mesmas lutas que seus vizinhos. Eles também perderam colheitas e conhecem as necessidades das pessoas ao seu redor. Com isso, eles sabem a melhor maneira de abrir portas para o Evangelho.

“À medida que essas necessidades físicas são identificadas, elas podem precisar de mais sementes porque perderam toda a sua colheita, e isso é algo que faremos”, diz Kelley. “Vamos investir para ajudar os agricultores a obter novas sementes para que possam substituir suas colheitas perdidas ou comprar animais”.

“Portanto, embora não sejamos uma organização focada apenas no trabalho humanitário, estamos investindo estrategicamente em projetos humanitários que abrem as portas para compartilhar o evangelho”, acrescenta Kelley.

No entanto, existem barreiras para os etíopes que confiam no Evangelho. Além de desastres naturais, eles enfrentam possíveis perseguições.

“Existem atividades islâmicas radicais e militantes nesses lugares. Então, quando as pessoas se tornam seguidores de Cristo, suas vidas estão em perigo. Portanto, poder se juntar a eles e incentivá-los, ajudá-los a crescer no conhecimento de Jesus, é realmente um desafio “, disse ele.

Fonte: AcontecerCristiano.Net
Tradução: O Leão de Judá

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS