Betão faz parte do Projeto da Pedra Para a Rocha, da Igreja Bola de Neve

O ex-traficante Betão tem feito um trabalho de evangelização na Cracolândia, em São Paulo, contando seu testemunho de vida e falando do Evangelho de Jesus para os drogaditos que frequentam a região central da capital paulista.

À frente do Projeto da Pedra Para a Rocha, da Igreja Bola de Neve, Betão conta que começou a usar drogas aos 13 anos e aos 17 já traficava entorpecentes. Foi aos 25 anos ele já tinha a responsabilidade de abastecer a cidade de São Paulo com drogas e coordenava mais de 40 funcionários que o ajudavam a vender os entorpecentes.

Em entrevista ao programa “Pânico na Jovem Pan”, Betão comentou que foi preso várias vezes e apanhava muito da polícia paulistana. Sua esposa engravidou e preferiu sair de casa para proteger a criança das influências do crime, mas anos depois, quando ele foi preso, ela resolveu apoiá-lo.

Foi dentro da cadeia que ele se afundou ainda mais nas drogas e quase perdeu sua família novamente.

“Comecei a discutir com minha esposa e meu filho, com seis anos, pulou na minha frente e disse: ‘Pai, sabe tudo o que passamos para te ver? Sabe que horas minha mãe foi dormir para trazer essa comida para você?’ Nessa hora, ela pegou a mão do meu filho e saiu. O que me deixou mais chocado foi o olhar de decepção dele para mim”, relatou.

Foi nesse momento que ele passou a repensar sua vida e resolveu abrir uma Bíblia que ele havia ganhado de presente e se conectar com Deus, com quem ele havia sido apresentado aos 5 anos de idade, quando passou a frequentar a igreja com sua avó.

Fonte: Gospel Prime

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS