A pastora é acusada pela Polícia Civil de ser a mandante do assassinato do próprio marido

Nesta quinta-feira (27), um áudio da deputada federal e pastora Flordelis, compartilhado em grupos de whatsapp, viralizou nas redes sociais.

A pastora que é acusada de ser a mandante do assassinato do próprio marido, estava convocando fiéis para realizar um culto na noite desta quinta-feira, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

“A paz do Senhor, pessoal! Hoje eu quero todo mundo no culto, tá bom? Hoje, Piratininga, o culto permanece. Nada é permanente. Tudo vai passar. Já, já tudo será esclarecido”, diz a deputada.

Na madrugada do dia 16 de junho de 2019, o pastor Anderson do Carmo foi executado com mais de 30 tiros na porta da casa do casal, em Pendotiba, Niterói. Na época do assassinato, Flordelis afirmou que se tratava de um assalto.

Na última segunda-feira (24), a Polícia Civil indiciou a deputada, cinco filhos e uma neta por envolvimento no crime. Ao todo, 11 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o plano para matar o pastor iniciou em maio de 2018, e pastora tentou matar Anderson por envenenamento pelo menos seis vezes, além de contratar pistoleiros em outras duas ocasiões.

Ela responderá por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, associação criminosa majorada, uso de documento ideologicamente falso e falsidade ideológica.

Fonte: O Fuxico Gospel

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS