Exemplos de empatia, humanidade e amor sempre conquistam nossos corações, porque nos fazem ver que, por mais que muitas vezes pareçamos estar cercados de notícias negativas, ainda existem muitas pessoas boas, que praticam o bem como uma filosofia de vida e fazem com que todos ao seu redor se sintam especiais.

Trazemos hoje mais uma história muito inspiradora, que mostra que a bondade está sempre por perto, presente nas situações mais simples do dia a dia, só precisamos saber como olhar.

Em Volta Redonda, Rio de Janeiro, os clientes de uma agência da Caixa puderam presenciar uma cena de dedicação ao trabalho e ao próximo.

Um senhor com cerca de 50 anos, com as pernas amputadas, entrou na agência para fazer os seus serviços bancários e foi ignorado por muitas pessoas que estavam lá, entrando na fila normal, sem opção de atendimento preferencial.

No entanto, um homem que viu a situação, não deixou que aquilo acontecesse.

Vestido formalmente, com trajes sociais, ele se sentou no chão para entender melhor o que o senhor precisava resolver, sem se importar em se sujar.

Esse homem é o gerente da agência, Luis Claudio, que ganhou muitos admiradores depois de sua atitude ser registrada por Isabel Paiva, de 54 anos, que também esperava por atendimento na agência:
“Nem sabia que ele era gerente quando fotografei”, disse Isabel em entrevista ao Razões para Acreditar (…) “Achei lindo o gesto, me emocionei, ele [o gerente] foi muito gente boa, todo arrumado sentou no chão, fazendo seu trabalho com muita alegria”.

Isabel também acrescentou que viu a conversa entre os dois parecia bem tranquila e agradável.

A publicação feita por ela no Facebook tem mais de 30 mil reações, e muitos comentários de agradecimento e parabenização à Luis Claudio.

Fonte: Compartilhou 

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS