Um homem em situação de rua dividiu a marmita que ele ganhou com um cachorro exposto à mesma dureza da vida nas ruas.

Um internauta de Cascavel (PR) registrou o momento e elogiou a atitude. Afinal, esse é um belíssimo exemplo de que não devemos nunca esquecer daqueles que lutam as mesmas batalhas que a gente.

Depois de saciar a sua fome, o rapaz dá a parte que sobrou da marmita para o doguinho, pois sabe que na pandemia anda faltando comida para ele e para o animal.

Muitos voluntários que doam refeições estão evitando sair nas ruas, respeitando as medidas de isolamento.

O internauta escreveu:

“Olhem esse rapaz, morador de rua, que ganhou uma marmita, achou um doguinho na rua, e compartilhou seu almoço com ele! Exemplo de ser humano, exemplo de pessoa. Não é a cor, não é a sua mídia social, não é o seu dinheiro. O seu maior bem é o seu coração.”

A parceria vem dos dois lados, relembre a vez que quatro cachorros ficaram apreensivos esperando um morador ser atendido na porta do hospital.

E emocione-se com a decisão de um morador de rua em não aceitar uma oferta de R$ 2 mil pelo seu amigo fiel de quatro patas.

[Um carioca, uma acreana e um cearense mostram como uma mesma coisa tem nomes diferentes em cada região do país]

Fonte: CGN

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS