Entre a explicação, dada a um ouvinte, o pastor norte-americano declara que Deus não une pessoas do mesmo sexo

Respondendo a dúvida de um internauta, o pastor norte-americano John Piper listou cinco razões para que cristãos não participem, como convidados, de casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

A primeira delas é porque “não é uma cerimônia de casamento por não ser um casamento”, logo, o cristão estaria participando de uma cerimônia falsa.

“Deus definiu casamento como uma união pactual para a vida inteira entre um homem e uma mulher, como marido e esposa”, declara Piper. “União homossexual não é isso, portanto, não é casamento”, completa.

Outro ponto destacado pelo pastor é que a união não está sendo ajuntada no Céu, pois “Deus une o homem e uma mulher”. “Essa união entre dois homens ou duas mulheres não está sendo ajuntada no Céu”, continua o pastor.

A explicação continua e o pastor norte-americano diz que participar desse evento “significaria confirmar uma vida e um estilo de vida que conduz ao inferno”, diz ele citando I Coríntios 6:9.

“Celebrar este estilo de vida é celebrar a destruição de seres humanos. Quando alguém participa da celebração do pecado, ela está pecando”, completa.

A quarta explicação é que tal evento profana a representação de Jesus e a Igreja, pois Jesus é noivo da Igreja e a união de pessoas do mesmo sexo distorce esse parábola.

Por último, ele não participaria de tal celebração porque se sentiria triste e não suportaria assistir toda a cerimônia.

A resposta do pastor foi traduzida pela equipe do site Voltemos ao Evangelho.

Assista!

 

Fonte: Gospel Prime

RECOMENDAMOS



O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS