Youtuber acusou pastor de “explorar a fé das pessoas para enriquecer”.

O influenciador digital Felipe Neto, terá de se desculpar por ofensas contra o pastor Silas Malafaia, após perder batalha judicial que durou mais de dois anos.

Segundo informou o blog de Lauro Jardim, o youtuber terá de publicar, até sexta-feira que vem, um vídeo dizendo que não tem como provar que o pastor enriqueceu às custas dos fiéis.

“Em acordo na queixa-crime […], venho esclarecer que: eu critico a postura e não concordo com muitas coisas que o pastor Silas Malafaia fala, mas não posso provar e afirmar que ele enriquece através de fiéis”, diz o texto que terá de ser repetido por ele.

Em 2017, o polêmico influenciador acusou Malafaia de “explorar a fé das pessoas para enriquecer”. O pastor entrou com o processo que chegou ao fim hoje.

Neto critica constantemente líderes religiosos e promove ações para desvirtuar jovens daquilo que é defendido por pastores evangélicos.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS