O litoral da cidade de Aktau, nas margens do mar Cáspio, no Cazaquistão, ganhou cor escarlate em meio a uma camada de neve e deixou as redes sociais levantando suspeitas entre internautas, enquanto o fenômeno pode ser explicado pela ciência.

A razão disso estaria na concentração de algas diatomáceas, que habitam mares de águas frias e cuja concentração pode dar origem a manchas vermelhas.

Departamento de Ecologia de Mangistau disse que coloração do Cáspio é um fenômeno natural.

De acordo com o tabloide Daily Star, a ação das algas não ameaça a vida de seres humanos ou peixes que tenham entrado em contato com elas.

Apesar da explicação científica, alguns internautas suspeitaram da naturalidade do fenômeno. Um deles chegou a escrever: “Eu aposto que a natureza está querendo nos dizer alguma coisa. Isso me parece ser uma espécie de sinal”.

Também outro internauta associou o fenômeno a supostos problemas com o mar.

“Mesmo que os cientistas falem o que querem, a concentração de algas lá mostra que alguma coisa está errada com o mar daquele lugar. É muita alga”, destacou.

Texto e direitos do site: Tribuna online

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS