Ele trilhou uma carreira de sucesso dentro dos campos. Tendo jogado em grande clubes como o Flamengo, Sport e São Paulo, o jogador Marcelinho Paraíba anunciou aposentadoria recentemente, mas também aproveitou a ocasião para contar alguns detalhes sobre a decisão de aceitar a Jesus Cristo como o seu único e suficiente Salvador.

Tendo iniciado a sua carreira aos 16 anos no Campinense, Marcelinho Paraíba se despediu do futebol com 44 anos de idade no último dia 16, na vitória de 2 a 1 da Perilima sobre o CSP, pelo Campeonato Paraibano, o último time onde atuou como atleta.

Ele trilhou uma carreira de sucesso dentro dos campos. Tendo jogado em grande clubes como o Flamengo, Sport e São Paulo, o jogador Marcelinho Paraíba anunciou aposentadoria recentemente, mas também aproveitou a ocasião para contar alguns detalhes sobre a decisão de aceitar a Jesus Cristo como o seu único e suficiente Salvador.

Tendo iniciado a sua carreira aos 16 anos no Campinense, Marcelinho Paraíba se despediu do futebol com 44 anos de idade no último dia 16, na vitória de 2 a 1 da Perilima sobre o CSP, pelo Campeonato Paraibano, o último time onde atuou como atleta.

“Eu me despeço do futebol profissional. Fica minha gratidão a todos os clubes, que sempre me receberam bem. Só tenho a agradecer. Muito obrigado pelo carinho e por todo o apoio que me deram nesses anos todos. Procurei fazer o meu melhor dentro de campo”, afirmou o jogador, segundo o Lance.

“Tinha que terminar aqui mesmo, onde tudo começou. Eu iniciei no Campinense, bem novinho, disputando a final do Paraibano, onde fui campeão em 91 e 93. Agora, estou encerrando uma carreira que julgo ter sido vitoriosa”, completou.

Em uma entrevista para a rádio CBN, o agora ex-jogador falou que não pretende sair completamente do futebol. Ele irá atuar como auxiliar técnico e pretende seguir a nova carreira de treinador.

Convertido ao Evangelho de Cristo há cerca de um ano, Marcelinho Paraíba também falou de alguns arrependimentos do passado e do quanto a sua vida mudou desde então. “Uma coisa de que eu me arrependo e que me fez perder muito dinheiro é essa história de viver em farra”, disse ele.

O jogador lembrou que vivenciou “algumas situações que não eram muito boas, e isso me prejudicou um bocado. Mas felizmente hoje minha realidade é outra, eu não tenho mais esses hábitos. E posso não ter mais o dinheiro que um dia eu tive, mas sou muito rico das graças de Deus”, disse ele.

Fonte: Gospel +

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS