Um missionário suporta o intenso frio e as dificuldades da jornada , para levar o Evangelho a outros lugares da Sibéria, para que as tribos nômades possam conhecer a Cristo.

Peter Khudi, é um missionário cristão comprometido em cumprir a ordenança de Jesus em Atos 1: 8 , que diz que todos os cristãos pregam o Evangelho até os confins da terra.

Khudi viaja para a região de Yamal, no norte da Sibéria, considerada o ” fim do mundo “, onde a temperatura atinge entre 30 e 60 ° . O sol brilha apenas algumas horas no inverno. Quando sai, perto do meio dia, o amanhecer é algo que vale a pena admirar.

Peter Khudi pertence à maior tribo nômade chamada Nenets . Ele é mais do que apenas um guia, ele é cristão e, nos últimos anos, tem compartilhado o Evangelho de Jesus com sua tribo e outras pessoas que vivem na tundra da Sibéria.

“Quando me tornei cristão, Deus me deu um novo coração. Ele também me deu um novo coração para o meu povo. Saio no meu snowmobile para visitar famílias nômades e falar sobre o amor de Cristo “, diz ele.

George Thomas, correspondente da CBN News acompanhou o evangelista em uma de suas viagens e documentou sua jornada em um relatório.

“ Não há estradas aqui . As pessoas usam lagos e rios congelados para mover renas ou motos de neve ”, diz Thomas.

Essas condições incrivelmente brutais na península de Yamal não impedem os cristãos de fazer a difícil jornada de compartilhar as boas novas do Evangelho .

Khudi realiza esses tipos de viagens regularmente para ministrar a esse grupo remoto de pessoas. Além de compartilhar o Evangelho, o missionário leva presentes para as crianças.

Fonte: EventCristiano.Net

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS