Por: Juliana Viveiros Tonin

Esse é um dos Salmos da Bíblia que apela mais para a lamentação, o salmista entra em um conflito interno em relação a Deus, menciona e aclama para que Ele ajude. É um Salmo curto mas com grande significado, possuindo um tom desesperado e repleto de dúvidas.

Salmo 13 estudo é dividido em 3 partes, são elas:

lamentação e sentimento de abandono;

pedidos e reconhecimento;

confissão e voto de adoração.

Salmo 13 da Bíblia Sagrada

Até quando te esquecerás de mim, Senhor? Para sempre? Até quando esconderás de mim o teu rosto?
Até quando consultarei com a minha alma, tendo tristeza no meu coração cada dia? Até quando se exaltará sobre mim o meu inimigo?

Atende-me, ouve-me, ó Senhor meu Deus; ilumina os meus olhos para que eu não adormeça na morte;
Para que o meu inimigo não diga: Prevaleci contra ele; e os meus adversários não se alegrem, vindo eu a vacilar.
Mas eu confio na tua benignidade; na tua salvação se alegrará o meu coração.
Cantarei ao Senhor, porquanto me tem feito muito bem.
Interpretação do Salmo 13

Iniciando pelo versículo 1 e 2 podemos deparar com 3 palavras que geralmente aparecem em Salmos de lamentação, são elas: consultarei, esquecerás e se exaltará. O salmista exclama diversas vezes nos versículos e logo após percebemos que o Senhor permite com que Davi desabafe toda sua angústia para ele. E após escrever tudo, seus pensamentos sobre toda a situação é totalmente contrária e assim a sua única saída é confiar na misericórdia e no amor de Deus.

Seguindo pelos versículos de 3 à 4, Davi nesse momento quando se refere sentir falhar a visão roga para Deus que intervenha antes que ele morra. Se Deus não fizer isso, não é só Davi que estará perdido mas toda a comunidade, isso porque seus inimigos cantarão a vitória sobre Davi e seu Deus. E por fim, o salmista teve a ousadia de colocar a honra do Senhor em jogo, a alegria da vitória de seus inimigos seria intolerável, seria um sentimento contra Deus, Aquele em quem o salmista confiou tudo.

Finalizando nos versículos 5 e 6 aqui a fé retoma e o tom do Salmo e ele muda drasticamente, isso porque todo o desespero de Davi se transforma em esperança, ele se recorda em como seu Deus nunca deixou seus pedidos e apelo, e ainda descreve o amor de Deus como fiel, Ele se comprometeu em cuidar de Seu povo.

Davi, entende como seu Deus vai reagir, mas antes disso ele comunica como se sente, e essencialmente faz com que a essência de todo o Salmo seja o reconhecimento e o louvor.

Fonte: Iquilibrio

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS