A grande maioria dos pastores americanos concorda que os eventos atuais no mundo são sinais do fim dos tempos e do breve retorno de Cristo.

De acordo com pesquisa da LifeWay Research, que entrevistou quase 1.000 pastores de igrejas evangélicas afro-americanas, 97% concordam que a vinda de Jesus será em breve e seu retorno à Terra será “literal e pessoalmente”. 56% acreditam que Jesus retornará enquanto viverem.

Os pastores também foram questionados se “consideram qualquer um dos seguintes tipos de eventos atuais como as ‘dores de parto’ às quais Jesus estava se referindo quando seus discípulos lhe perguntaram quando ele retornaria”. A pergunta se refere às palavras de Jesus em Mateus 24.

Em cada opção, a maioria dos pastores disse que via esses eventos como um sinal da volta de Jesus:

– 83%, o “aumento de falsos profetas e falsos ensinamentos”.

– 81%, o “amor de muitos crentes que esfria”.

– 79%, “moralidade tradicional cada vez menos aceita”.

– 78%, “guerras e conflitos nacionais”.

– 76%, “terremotos e outros desastres naturais”.

– 75%, o “número de pessoas que abandonam a fé cristã”.

– 70%, fome.

– 63%, “anti-semitismo contra judeus em todo o mundo”.

O diretor executivo da LifeWay Research, Scott McConnell, analisou a pesquisa e comentou: “Muitos pastores acreditam que o retorno de Jesus poderá ser breve”. Esses sentimentos foram expressos em janeiro, antes que a perspectiva de uma pandemia global fosse conhecida “.

Enquanto isso, a maioria dos pastores também acredita que a nação moderna de Israel tem um papel no fim dos tempos. Um total de 70% concordou que o “reavivamento moderno do Estado de Israel e o retorno de milhares de judeus foram cumprimentos da profecia bíblica”.

40% dos pastores acreditam que a “igreja cristã cumpriu ou substituiu a nação de Israel no plano de Deus”.

Fonte: AcontecerCristiano.Net

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS