Um ex-muçulmano convertido ao cristianismo , compartilhou o Evangelho entre imigrantes muçulmanos na Suécia e conseguiu que mais de 1.500 deles recebam Cristo nos últimos cinco anos

Annahita Parsan, que agora é ministra ordenada da Igreja de A Suécia, disse como parte de seu testemunho de conversão , que sofreu grandes perseguições, mas que sua vida foi transformada desde que conheceu Jesus Cristo, segundo a Fox News.

O ministro disse que ela foi criada em uma casa muçulmana no Irãe se casou aos 16 anos, embora alguns anos depois seu marido tenha morrido em um acidente de carro.

Ele teve que lutar pela custódia de seu filho , que venceu com sucesso, e dois anos depois ele se casou novamente com um homem cuja esposa havia morrido. Esse homem começou a espancar o filho e, embora ela quisesse se divorciar , era impossível fazê-lo porque estava grávida de um segundo filho.

Parsan, sua filha e o resto da família fugiram como refugiados em 1984 após o conflito Irã-Iraque, mas tiveram grandes dificuldades , como passar um mês na prisão na Turquia porque não tinham documentos de identificação ou passaporte.

Eles finalmente vieram paraDinamarca, onde a mulher começou a aprender mais sobre Jesus Cristo.

“Aproximadamente no primeiro ou segundo mês lá, uma mulher veio à porta para falar sobre Deus. Mas eu não estava interessado”, disse Parsan. “Eu estava tão bravo, tão infeliz. Mas ele voltou no dia seguinte com uma Bíblia , então desta vez pedi a Jesus que me ajudasse “, lembra ele.

Ela começou a ler a Bíblia, que ela tinha que manter em segredo. Sua vida familiar foi ruim por causa dos abusos que recebeu do marido, a ponto de tentar tirar a própria vida com uma overdose de pílulas para dormir depois que o marido a atacou fisicamente.

ElaEle sobreviveu ao ataque e foi quando acordou em um hospital e percebeu que estava sendo chamado por coisas maiores.

“Eu estava com muito medo de ir para casa e a polícia veio ao hospital para conversar comigo. Muitas pessoas estavam me ajudando a encontrar um lugar seguro para morar, e eu sabia que era Jesus”, disse ele. “E logo, a polícia me ligou para me dizer que havia descoberto um plano em que meu marido abusivo planejava sequestrar as crianças e levá-las ao Irã. Depois disso, nos mudamos para a Suécia, e o policial me disse que eu tinha um anjo”. ao meu lado”.

Depois de dois anos lá, ela foi batizada. Ela e seus filhos viveram em silêncio na capital sueca por vários anos. Em 2006, ela sobreviveu a um acidente de carro, quando percebeu que Deus salvou sua vida para ajudar os muçulmanos a virem a Cristo.

Em 2012, Parson foi ordenada ministra na Igreja da Suécia, concentrando grande parte de seu trabalho em alcançar a comunidade muçulmana e convidando-os a explorar a fé.

Ela ajudou 1.500 pessoas a virem a Cristo nos últimos cinco anos, apesar das ameaças contra sua vida.

Fonte: EventCristiano.Net

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS