Lamente por quem desiste de continuar caminhando junto, ainda que use de retóricas medíocres que apenas soam bem.

Sabe por que ninguém te chama para uma “festa de divórcio”? É porque nenhum divórcio é motivo de celebração.

Os casais se divorciam porque algo deu errado, seja na área relacional, na sentimental ou mesmo em função de um dos cônjuges ou ambos não assumirem a responsabilidade de cumprirem seus papeis no casamento.

Ver casais famosos tornando especial o que é estritamente motivo de tristeza e choro é atestar, uma vez mais, que a geração atual compreende mal a realidade familiar e acaba lançando luz sobre as trevas do engano que conduz a tantos no caminho do orgulho e da inconstância.

Muitos simplesmente não querem se esforçar pelo casamento porque tão somente não creem na instituição. Eles simplesmente não creem.

Você que possui princípios e valores construídos no evangelho, precisa obter referências melhores na vida. Jesus começou seu ministério num casamento não à toa; lembremos de que a Queda do Homem começou num contexto conjugal. Ele tinha de iniciar sua obra redentora pela redenção da primeira instituição divina doada ao mundo, que é o casamento.

Perceba o quão caro é isso para Deus! E deveria ser tão caro quanto para nós. Se alguém tenta justificar o fracasso relacional no matrimônio com argumentos belos [ainda que inconsistentes], vale muito mais a gente olhar para quem ainda clama diariamente pela esquecida benção, a “benção da permanência”, que faz com que pecadores continuem se perdoando e se amando para além de toda lógica fundamentada em sentimentalismos imaturos.

O casamento não é para adolescentes curiosos com a vida a dois. O casamento é para jovens minimamente esclarecidos que desejam se tornar verdadeiramente adultos.

Não caia no engodo da cultura vigente. Se alegre com quem caminha outra milha no casamento e lamente por quem desiste de continuar caminhando junto, ainda que use de retóricas medíocres que apenas soam bem a quem não vê a beleza e a glória daquilo que Deus estabeleceu para a humanidade no Jardim.

 

Por: Maycson Rodrigues

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS