Há uma determinação para que saiam de nossas bocas palavras para a edificação, a fim de que não causemos tristeza ao Espírito Santo.

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.

E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.

Efésios 4:29,30

O conhecimento da Graça produz domínio próprio, para que possamos zelar pelo que falamos, produzindo vida e não morte.

Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.

De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.

Tiago 3:9,10

A língua benigna é árvore de vida, mas a perversidade nela deprime o espírito.

Provérbios 15:4

A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.

Provérbios 18:21

A fim de produzir edificação e louvores agradáveis a Deus, devemos pedir ao Senhor que coloque em nossas línguas uma brasa viva.

Então disse eu: Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos.

Porém um dos serafins voou para mim, trazendo na sua mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz;

E com a brasa tocou a minha boca, e disse: Eis que isto tocou os teus lábios; e a tua iniqüidade foi tirada, e expiado o teu pecado.

Isaías 6:5-7

Por: Ensina-Me A VIVER

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS