Perguntei a Deus por estes dias o porque que a dor é inevitável em certas situações da nossa vida, o porque que temos que nos calar em outras quando o nosso coração grita por uma resposta, o porque que temos que nos aquietar quando a nossa alma está tão aflita e precisa de socorro, e o porque Ele permite que algumas certezas nossas sejam confrontadas pelas circunstâncias a ponto de quase nos fazer desistir ou desacreditar que o impossível possa acontecer e Ele me respondeu o seguinte: ninguém consegue vencer nada sem conhecer os seus próprios desertos, e sem entender as suas próprias limitações.

Davi era um simples pastor de ovelhas, não ficava no meio dos grandes guerreiros, porém, quando Deus rejeitou Saul (1Samuel 16), foi a ele que escolheu para ser o grande Rei de Israel. Mas isto não foi da noite para o dia, ele teve que batalhar, estava com a unção, mas ainda precisava do ensinamento, da sabedoria, do conhecimento, da humildade e da confiança de um povo que precisava urgentemente de um líder que fizesse por eles exatamente o que o Senhor queria.

São nas grandes batalhas que se formam os grandes heróis(fato), são nos seus maiores desafios que lhe são entregues oportunidades de mostrar a você, e a tudo que vem contra a sua vida quem você realmente é. O que tornou Davi conhecido por todos foi a sua coragem de enfrentar GOLIAS quando todos o temiam.

Vencer o gigante o fez vencer a língua de muita gente que o desprezava com olhar pela sua estatura e pela sua simplicidade em ser exatamente quem ele era, sem escudos, sem armaduras, sem máscaras, sem aparências. O que eu quero que você entenda é que por trás de qualquer desafio tem um propósito do Senhor sendo construído na sua vida, e quanto maior ele for, mais honrado você será.

Ainda que pareça difícil ou impossível, quanto mais você se dispõe a lutar seja lá pelo que for, ou por quem for, Deus será com você. A cabeça do Gigante está em suas mãos, e a bênção que você tanto espera também. Só creia… Haja o que houver. Apenas creia.

Por: Cecilia Sfalsin

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS