O ator comediante Jim Carrey expressou suas fortes convicções cristãs e sua fé em Deus, durante uma palestra em que falou sobre sofrimento, graça e como Jesus nos mostra o caminho para a salvação.

“Acho que esta sala está cheia de Deus”, disse Carrey em um centro de reabilitação para ex-membros de gangues e jovens presos em Los Angeles. A organização responsável pelo centro compartilhou o vídeo com seus comentários.

“Vocês são heróis para mim e eu a admiro”, disse ele aos ex-criminosos. “Quando você entra por essas portas, decide se tornar parte dessa família. Você tomou a decisão de transcender e deixar a escuridão para trás, e precisa ser um campeão para tomar essa decisão”.

Carrey acrescentou: “Eu tive alguns desafios nos últimos dois anos”. O ator comentou sobre suas lutas contra a depressão, mas que ele conseguiu superar graças à fé.

Carrey continuou: “E, finalmente, acredito que o sofrimento leva à salvação. De fato, é a única maneira … de que de alguma forma devemos aceitar, não negar, mas sentir nosso sofrimento e sentir nossas perdas. E então , tomamos uma de duas decisões. Ou decidimos atravessar a porta do ressentimento, o que leva à vingança, o que leva ao auto-dano, o que leva a prejudicar os outros, ou atravessamos a porta do perdão, que leva à graça “.

Carrey começou a incentivar as pessoas, dizendo: “Sua presença aqui é indicativa de que você tomou a decisão de atravessar a porta do perdão para a graça, assim como Cristo fez na cruz. Ele sofreu terrivelmente e foi quebrado ao ponto da dúvida e um sentimento de abandono absoluto, que todos vocês experimentaram. ”

Então ele tomou uma decisão. E a decisão foi olhar para as pessoas que estavam causando esse sofrimento com compaixão e perdão, e é isso que abre as portas do céu para todos nós. Desejo a todos vocês. Desejo isso para mim “, finalizou o ator.

Fonte: AcontecerCristiano.Net

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS