Muitas vezes as pessoas não identificam que têm esse problema, ou sabem, mas não querem reconhecer que possuem.

As pessoas logicamente buscam a Deus, vão aos cultos, leem a Bíblia, assistem pregações, mas isso não significa transformação e mudança de vida. Fazer essas coisas, entre outras mais, são bênçãos para nosso conhecimento, mas às vezes uma característica com um caráter pode bloquear toda a semente de frutificar dentro do ser humano, e o orgulho e a soberba são, com certeza, essas pedras no caminho do homem com Deus. Muitas vezes as pessoas não identificam que têm esse problema, ou sabem, mas não querem reconhecer que possuem.

Vemos como exemplo Satanás, no livro de Ezequiel 28, que tinha tudo, para ser com Deus e para Deus este esplendido querubim ungido e prosseguir crescendo com Deus, mas perdeu tudo com a sua soberba e seu orgulho.

O significado de orgulho é o sentimento de satisfação com os seus próprios feitos e qualidades e já a soberba é o sentimento de superioridade em relação a outra pessoa.

E eu deixo uma pergunta: Os princípios de Deus frutificam se uma pessoa for assim?

Temos inúmeros exemplos na Bíblia de pessoas que fracassaram e tiveram consequências terríveis por causa dessas ‘qualidades’ errôneas, como vemos na vida de Nabucodonosor, que era tão orgulhoso e tão soberbo que Deus o repreendeu de diversas maneiras e em diversas ocasiões, mas seu coração ainda permaneceu altivo, soberbo, orgulhoso, então Deus o tirou do trono do grande império da Babilônia e o colocou junto com os animais do campo e seus pelos cresceram ficou igual a um bicho, Deus o humilhou ao extremo para quebrar a soberba do seu coração.

Temos também exemplos de pessoas que tinham esse problema, passaram por um processo para apreender a se render a glória de Deus e entender a sua insignificância como foi na vida de Naamã em 2 Reis 5:1. Naamã era bonito, respeitado, aos olhos humanos. Ele era um homem perfeito, mas por baixo daquela armadura havia um homem doente, e doente não só na carne, mas principalmente na alma que precisava ser curada. Para o mundo você é uma pessoa de vida normal, mas para Deus você carrega feridas que precisam ser tratadas e tiradas da sua vida para experimentar a porção do Espírito Santo de Deus.

Eu te pergunto: faz diferença para Deus mergulhar 7 vezes ou 1 vez? Deus não pode curar em uma vez? Pode. Então, se a Bíblia diz que todo poder lhe pertence, se a Bíblia diz que 1 dia é igual a 1.000 anos e vice-versa, se Deus criou o mundo dizendo “haja, haja” e todas as coisas foram criadas, Deus não poderia resolver tudo ali em uma vez para Naamã? Dizendo melhor, não poderia dizer assim: “Haja na vida de Naamã…?” Mas Deus tem Seu jeito e Sua maneira de nos tratar, pois o principal para Ele não é só o milagre em si, mas sim o milagre maior da transformação daquele homem e a vida eterna.

Davi, o homem segundo o coração de Deus, falou no Salmos 131:1: “Senhor, o meu coração não é soberbo, nem os meus olhos são altivos; não me ocupo de assuntos grandes e maravilhosos demais para mim.”

Salmos 19:13: “Da mesma forma livra o teu servo do orgulho, para que ele nunca me domine; então experimentarei a integridade, e serei inocente de grande transgressão.”

Paulo em 2 Coríntios 12:7: “E, para que não me ensoberbecesse com a grandeza das revelações, foi-me posto um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear, a fim de que não me exalte.”

Paulo sabia que para que ele não ficasse soberbo, Deus iria permitir situações em sua vida, para que ele precisasse e dependesse do socorro de Deus.

Creio que ninguém quer desagradar a Deus, creio que ninguém quer ser resistido por Deus, mas vemos claro em Tiago 4:6: “Antes, ele dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.”

Só há mudança em nós se nós reconhecemos que precisamos melhorar e sermos humildes para nos colocarmos perante Ele, que precisamos Dele e principalmente dos Seus princípios para vivermos e termos uma vida em abundância.

O orgulho e a soberba não fazem você reconhecer e se arrepender, eles dizem que você não precisa de ninguém e nem de Deus, que consegue resolver o problema e as situações do seu próprio jeito; e é por isso Deus não age em você.

Mas Jesus nosso maior e melhor exemplo nos mostra: “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome” (Filipenses 2:5-9).

Que nós possamos entender que vale a pena se humilhar perante a poderosa mão de Deus e deixá-lo fazer a obra em nós e entender, como diz em Mateus 23:12: “Qualquer, pois, que a si mesmo se exaltar, será humilhado; e qualquer que a si mesmo se humilhar, será exaltado.”

Deus abençoe! Shalom!

Por Adriane Ferretti Salvitti, pastora da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante nas áreas de saúde e espiritualidade fisioterapeuta e Health Coach

Rodrigo Salvitti, pastor da Igreja Apostólica Restaurando Nações – IARN Japão, palestrante na área de espiritualidade e fisioterapeuta.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

FONTE: GUIAME, ADRIANE FERRETTI SALVITTI E RODRIGO SALVITTI

RECOMENDAMOS



O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS