Deus tem em alta conta o casamento. Para Ele quando duas pessoas se casam estão assumindo um compromisso que deve durar para toda a vida. Entretanto muitas pessoas não têm conseguido viver a altura destes ideais e a separação e o divórcio ocorrem. Não vamos entrar aqui no mérito da separação. Este é um assunto muito pessoal em que as pessoas envolvidas já sofreram o suficiente. Queremos apenas analisar se existe uma saída para alguém cujo casamento não deu certo. Pela Bíblia, podem elas casar-se de novo?

Jesus disse que o único motivo lícito para a separação e um novo casamento (caso a pessoa deseje) é o adultério. Mateus 5:31 e 32: ‘Também foi dito: Qualquer que deixar sua mulher, dê-lhe carta de desquite. Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de prostituição, faz que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério.’

As palavras de Jesus são claras: não é da vontade de Deus que duas pessoas se separem. A única exceção é quando ocorre adultério de uma das partes. Ainda assim a parte inocente pode perdoar o cônjuge, se assim o desejar. Mas a pergunta em parte ainda permanece: Que dizer de uma pessoa que tenha sido infiel querer casar-se novamente? Que dizer de pessoas que se separam, não por motivo de uma traição, e querem um nova chance?

Nesses dois casos:

– Se a pessoa já era conhecedora do evangelho, e o outro cônjuge permanece sem estar casado, muitas igrejas
cristãs, não aceitam a comunhão desta pessoa, e conseqüentemente do novo casal, como membro da igreja.

– Se a pessoa não conhecia ainda o evangelho de Cristo em sua plenitude, se separou e casou-se de novo, então as
igrejas cristãs levam em conta este aspecto e geralmente aceitam o segundo casamento.

Nestas questões devemos evitar ao máximo julgar quem quer que seja. São assuntos muito delicados, que somente Jesus, o justo juiz, sabe analisar perfeitamente. Há casos em que o segundo casamento pode ser desfeito e o primeiro casamento reatado. Nem sempre isso é possível ou recomendado. Cada caso deve ser analisado com muita oração e com o auxílio do Espírito Santo.

De qualquer modo é imprescindível que a pessoa que já passou por uma separação faça uma análise bastante profunda se compensa realmente casar-se novamente. Talvez a pessoa irá sofrer menos se permanecer sozinha – seja para poupar sofrimentos a ela própria ou mesmo para poupar sofrimentos a outras pessoas.

Se a pessoa decidir enfrentar os riscos de um novo relacionamento amoroso, e conseqüentemente assumir as responsabilidades de um novo casamento, deve ter em mente que pode não ser aceita por uma igreja cristã como membro. Cada pessoa nesta situação deve entender que só Deus compreende seu caso nos mínimos detalhes e principalmente nos motivos que estiveram por trás de cada ação e reação. O envolvido pode pedir para ser membro de uma congregação cristã, mas jamais deve exigir isto. A fim de zelar pelas doutrinas bíblicas, pelo bom nome da igreja, e também devido a fatores culturais, muitas igrejas Cristãs não aceitam essa situação.

Algumas igrejas cristãs, entretanto, tem olhado a questão sob o seguinte ponto de vista: Se Deus em Cristo, perdoa ao maior pecador, a comunidade de cristãos também não deveria estender também o perdão a eles? Com base nessa compreensão alguns segmentos do Cristianismo aceitam o segundo casamento de pessoas que se separaram não havendo quebra do sétimo mandamento. Mesmo nestes casos provas de bom procedimento são esperadas. Alguns pontos considerados fundamentais são os seguintes:

– homem (se foi casado e teve filhos) tem sustentado apropriadamente os filhos do casamento anterior?
– A mulher (se foi casada e teve filhos) tem mantido um relacionamento de amor e respeito para com os filhos do
casamento anterior?
– O novo casal procedeu ao casamento civil, para estar em harmonia com as leis do país?

A maioria das igrejas Cristãs concorda que para serem recebido como membros o casal deve legalizar sua união mediante casamento civil. Os motivos são evidentes: para estar de acordo com as leis do país, para confirmar a dignidade do casamento e também para preservar direitos dos filhos. Tenham paciência e dêem os passos necessários para isso.

Se você está no momento tentando acertar num novo casamento, não se desanime. Jamais duvide de que você pertence a Cristo e de que na cruz Ele já perdoou todos os seus pecados. Todos nós temos algo na vida que se voltássemos atrás faríamos diferente. Mas passado é passado. Jesus veio a este mundo para salvar a cada um de nós.

Acima de tudo lembre-se de que só Deus conhece o coração. Ponha em Jesus a sua confiança. Porque ele é a nossa paz- (Efésios 2:14)

Fonte: Novo tempo

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS