Uma igreja pentecostal é uma igreja que aceita que os dons “mais sobrenaturais” do Espírito Santo podem se manifestar na atualidade. Os crentes são incentivados a buscar esses dons, para a edificação da igreja. As igrejas pentecostais são mais conhecidas por promover o dom de falar em línguas.

O nome “pentecostal” vem do relato da descida do Espírito Santo sobre os discípulos no dia de Pentecoste, em Atos dos Apóstolos 2:1-4. Nesse dia, os discípulos ficaram cheios do Espírito Santo, falaram em línguas que não conheciam e pregaram o evangelho a muitas pessoas.

Na igreja primitiva, o Espírito Santo agia de forma poderosa nos cristãos, com curas milagrosas, profecias, línguas estranhas e vários outros dons (Atos dos Apóstolos 2:42-43). Esses sinais ajudaram a dar credibilidade ao evangelho e a trazer muitas pessoas para Jesus. O Novo Testamento fala sobre os dons do Espírito Santo e sua utilidade para a igreja.

Em que as igrejas pentecostais acreditam?

Existem muitas igrejas pentecostais diferentes, com crenças variadas. Mas o que torna uma igreja “pentecostal” é sua crença que os dons do Espírito Santo se manifestam atualmente. O pentecostalismo é mais comum entre evangélicos mas também existe entre outros grupos cristãos, como os católicos.

As igrejas pentecostais acreditam que crentes hoje em dia podem receber dons sobrenaturais do Espírito Santo, como falar em línguas, cura ou profecia (Marcos 16:17-18); 1 Coríntios 14:1). Esses dons são para o bem da igreja. Os pentecostais também dão muito valor ao batismo no Espírito Santo.

Como acontece com todas as igrejas, existe muita variedade e nem todos os ensinamentos de igrejas pentecostais são certos. Algumas igrejas enfatizam demasiado os dons do Espírito, em vez de focar em Jesus. As mais extremas chegam a dizer que quem não fala em línguas não é bom crente! Por outro lado, uma igreja pentecostal, bem fundamentada na Bíblia, pode ser um instrumento poderoso nas mãos de Deus.

Como surgiu o movimento pentecostal?

Ao longo da história do Cristianismo, houve várias manifestações dos dons do Espírito Santo em grupos diversos. Mas depois dos primeiros séculos da igreja, essas manifestações não foram bem aceites nas igrejas principais.

Muitos grupos que manifestavam dons do Espírito foram excluídos ou perseguidos. Outras pessoas com dons do Espírito se tornaram conhecidas mas os fatos sobre suas vidas ficaram misturados com lendas. Mas, em geral, muitos cristãos não sabiam sobre os dons do Espírito Santo.

O movimento que ficou conhecido como pentecostal começou mais ou menos no início do século XX. Nos dois séculos anteriores, o acesso à Bíblia se tinha tornado mais fácil e, quando o movimento começou, mais pessoas estavam lendo e estudando a Bíblia. O resultado foi que mais pessoas ficaram a conhecer o que a Bíblia dizia sobre os dons do Espírito.

Nas orações e nos momentos de louvor, alguns evangélicos fervorosos começaram a manifestar dons do Espírito. Os acontecimentos mais conhecidos começaram na América, onde receberam atenção da imprensa. Mais tarde, o fenômeno se alastrou por igrejas pelo mundo inteiro!

Nem todas as igrejas aceitaram essas manifestações e muitas pessoas foram convidadas a deixar suas congregações. Como não queriam perder a comunhão com outros crentes, os cristãos pentecostais formaram novas igrejas. Surgiram assim as igrejas pentecostais. Em outras situações, surgiram ramos independentes dentro de igrejas tradicionais. Atualmente, o movimento pentecostal continua crescendo.

Fonte: Respostas Bíblicas

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS