O pastor foi chamado para ensinar a igreja através da pregação e direcionar pessoas através do aconselhamento.

Se existem igrejas, ovelhas e pastores é porque antes existe a PALAVRA DE DEUS que promove tais princípios. Se estamos certos quanto a isso, entendemos que, que a Palavra deve ser o FUNDAMENTO, a Palavra deve ser o GUIA, a Palavra de ser o MANUAL de conduta, regra e fé de TODOS que fazem parte de uma igreja e se dizem evangélicos (como seguidores também dos Evangelhos).

Tanto pastores como ovelhas se submetem ao que a Palavra diz. Por isso, a pergunta é:

O QUE FAZ UM PASTOR DE ACORDO COM A BÍBLIA SAGRADA?

Quem nos responde isso é Pedro, o apóstolo a quem Jesus perguntou: “Pedro, tu me amas?…então cuida das minhas ovelhas!” (Jo 21:15-23)

Pedro nos escreve em sua carta (1Pe 5:2-4) dizendo o seguinte: “Pastoreiem o rebanho de Deus que está aos seus cuidados. Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade, como Deus quer. Não façam isso por ganância, mas com o desejo de servir. Não ajam como dominadores dos que lhes foram confiados, mas como exemplos para o rebanho. Quando se manifestar o Supremo Pastor, vocês receberão a imperecível coroa da glória.”

O que alegra o coração de Deus não é uma igreja cheia. Mas sim uma igreja saudável. Uma igreja que compreendeu através do exemplo de sua liderança, o que é perdão, amor, graça, longanimidade, instrução, pertencimento, justiça e equilíbrio. E por isso, essa mesma igreja passa a ser um espaço desses mesmos comportamentos entre a sua membresia.

Há uma carência enorme de pastores com as qualificações da carta de Pedro. Por isso boa parte desconhece o que é ser um pastor? Porque e para quê ele foi constituído pastor? Então se faz necessário pinçar aqui as diretrizes dadas aos pastores através do texto de Pedro:

Pastoreiem o rebanho que está aos seus cuidados.

A ordem de pastorear o rebanho é clara. O cuidado deste rebanho está sob a responsabilidade do líder instituído, que a priori, possui a confiança de Deus para executar o serviço. Pedro se coloca entre iguais. Ele faz parte do rebanho, porém com responsabilidades maiores diante dos outros. Como um irmão mais velho que na “ausência” dos pais tem a responsabilidade de cuidar dos irmãos mais novos. Um pastor ao cuidar de um rebanho possui em grande parte do seu tempo de pastoreio duas grandes funções: Nutrir e Proteger suas ovelhas. Isto é ENSINAR (nutrir) e ACONSELHAR (proteger). Isso é quase que a totalidade do trabalho diário de um pastor.

Olhem por ele, não por obrigação, mas de livre vontade.

O olhar aqui é perene, não sob pressão, não sob obrigatoriedade no exercício de cargo. Mas porque se quer, porque se deseja, porque se compreende que isso é o correto. Portanto assumir a responsabilidade de ser pastor é um ato acima de tudo VOLUNTÁRIO. A ideia do texto original (gr. hekousiôs) implica na atitude de estar ali com o propósito de agradar ao Senhor e fazer conforme ele instrui através da sua Palavra. Ou seja, além de voluntária a atitude deve estar submetida não à uma visão particular do pastor, mas de acordo com as diretrizes de Deus através da sua Palavra.

Não façam isso por ganância, mas com o desejo de servir.

Jamais o ministério pastoral deve ansiar lucros desonestos. Jamais o ministério pastoral deve ser exercido pelo dinheiro, pelo pagamento, pelo salário. Ainda que seja justo receber pelo trabalho que se exerce (Lc 10:7), não o fazemos para merecer, mas merecemos porque o fazemos. A motivação é outra. Jamais o lucro, jamais a prebenda no final do mês. Não somos seguidores de Judas, nem de Balaão. Não devemos almejar os “bens” das ovelhas, mas o bem do rebanho.

Não ajam como dominadores dos que lhe foram confiados.

O rebanho de Deus já tem seu dono. Que não é a igreja, e muito menos o pastor local, mas o próprio Deus. Por isso Pedro é enfático em não permitir que pastor local exerça qualquer nível de domínio sobre a igreja. A liderança de Jesus que é o exemplo perfeito de Pastor é constituída de serviço, como Ele mesmo nos mostra neste texto: “Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros.” Jo 13:14.

Então respondendo à pergunta: O QUE FAZ UM PASTOR DE ACORDO COM A BÍBLIA SAGRADA? Temos os seguintes princípios para os nossos dias:

A) Pastoreie de acordo com a Palavra de Deus. Não invente modas ou tendências culturais. O pastor foi chamado para ensinar a igreja através da pregação e direcionar pessoas através do aconselhamento.

B) Pastoreie o rebanho voluntariamente sem a pressão de ser visto ou reconhecido.

C) Pastoreie o rebanho sem fazer pra receber. Até porque o salário jamais é razão e sim as vidas que você pastoreia.

D) Pastoreie o rebanho sem dominar emocionalmente sua ovelha. Não manipule os sentimentos usando cargos, versículos isolados ou visões pessoais.

Por Bruno dos Santos, Teólogo, Escritor, Lifecoaching e Palestrante nas áreas de Espiritualidade, Liderança e Autogestão.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS