A maravilhosa notícia é que os mortos voltarão a ser almas-pessoas vivas por ocasião da volta de Jesus Cristo. Portanto, a morte não é o fim de tudo! “Cada um, porém, por sua própria ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda” (1 Coríntios 15:23).

Todos os que morreram crendo em Cristo serão ressuscitados. Ser ressuscitado significa ressurgir com o corpo transformado. “Os vossos mortos e também o meu cadáver viverão e ressuscitarão; despertai e exultai, os que habitais no pó, porque o teu orvalho, ó Deus, será como o orvalho de vida, e a terra dará à luz os seus mortos” (Isaías 26:19).

De acordo com 1 Tessalonicenses 4:13-18, as pessoas vivas ou almas irão para o Céu, morar com o Senhor (João 14:1-3) e permanecer por lá mil anos para julgar, entender como Deus lidou com o pecado e os pecadores (Apocalipse 20:4, 5; 1 Coríntios 6:2, 3) e descansar. Depois desse período de férias no Céu, a Cidade Santa descerá aqui na Terra renovada (Apocalipse 21:1, 2), em cima do monte das Oliveiras, em Jerusalém (Zacarias 14:1-4), que se tornará num grande vale. Moraremos na Nova Terra restaurada (Isaías 65:17) em nossas lindas casas e poderemos plantar, sem depender de salário ou esforço braçal para sobreviver (Isaías 65:21, 22). Teremos acesso a frutas, verduras, legumes e alimentos que não podemos nem imaginar o sabor (pois muitos foram destruídos com o dilúvio).

Deus estará conosco para sempre (Apocalipse 21:3; 22:4) e isso será a garantia de que não mais iremos sofrer (Apocalipse 21:4). Nosso estilo de vida será maravilhoso. Veja que não seremos “espíritos desencarnados”, mas, que teremos corpos glorificados (1 Coríntios 15:51-55; Filipenses 3:20, 21) e imortais, pois comeremos da árvore da vida (Apocalipse 22:2). Iremos até conhecer nossos queridos na eternidade, pois em Mateus 8:11 Jesus mostra que iremos conhecer Abraão, Isaque e Jacó (se vamos conhecer pessoas novas, é óbvio que iremos reconhecer quem já conhecíamos!).

Os animais deixarão de ser carnívoros e ferozes: “O lobo e o cordeiro pastarão juntos, e o leão comerá palha como o boi; pó será a comida da serpente. Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o SENHOR” (Isaías 65:25). Ler também Isaías 11:6, 7.

O pecado terá tido um fim juntamente com os pecadores que não aceitaram a Jesus. Durante o milênio teremos tido todas as evidências de que Deus fez o que podia para salvar a todos. E aí se cumprirão para sempre as palavras de Apocalipse 21:4: “E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram.” A escritora cristã Ellen White fez um lindo comentário sobre o fim do mal e o início de uma era de felicidade eterna ao lado do Deus Criador:

“O grande conflito terminou. Pecado e pecadores não mais existem. O Universo inteiro está purificado. Uma única palpitação de harmonioso júbilo vibra por toda a vasta criação. DAquele que tudo criou emanam vida, luz e alegria por todos os domínios do espaço infinito. Desde o minúsculo átomo até ao maior dos mundos, todas as coisas, animadas e inanimadas, em sua serena beleza e perfeito gozo, declaram que Deus é amor” (O Grande Conflito, p 678).

Você não pode perder a oportunidade de ser salvo(a), reencontrar os queridos que um dia descansaram na morte e desfrutar com eles das alegrias do Céu e da Nova Terra. A única coisa que temos a fazer é crer em Jesus Cristo (João 3:16), O aceitar como Salvador pessoal e Senhor (Mateus 7:21-23) e pela fé segui-Lo (1 João 5:12). Tome sua decisão agora mesmo. Jesus está voltando e Ele tem pressa em anotar o seu nome no Livro da Vida! (Apocalipse 3:5): “Filhinhos, agora, pois, permanecei nele, para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança e dele não nos afastemos envergonhados na sua vinda” (1 João 2:28).

Fonte: Bíblia 

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS