Helena Tannure repostou declarações do secretário municipal de Esportes de SP, Carlos Bezerra Jr.

Nesta quinta-feira (12), a pastora Helena Tannure se pronunciou a respeito do vídeo Especial de Natal do Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo, do Porta dos Fundos. O conteúdo, disponibilizado na Netflix, ofendeu cristãos de todo o país.

Helena fez uso de uma postagem do secretário municipal de Esportes de São Paulo, Carlos Bezerra Jr.

Eu não me expressaria melhor. Pego emprestado sua última frase, caríssimo Carlos Alberto: “Nenhuma infâmia lhe abate, nenhum deboche lhe ataca, e eu, como seguidora de Cristo, continuo firme na firmeza D’Ele – escreveu.

A publicação citou o texto bíblico de João 18:11, e defendeu que “Jesus nunca foi um personagem cômodo”.

– Pois incomodou muita gente em sua contemporaneidade, e ainda hoje alguns séculos depois de sua passagem na Terra, continua incomodando féis, seguidores, agnósticos e ateus ainda vivem diante do desafio. Nada mais patético que alguém que se diz ateu falar contra, debochar ou tentar fazer uma nova versão da vida d’Ele questionando sua sexualidade ou existência! Se Ele não existiu ou existe, por que simplesmente não ignorá-lo? Tentar debochar é uma prova inequívoca de que sua (in)existência atrai. Como Jesus disse a Pedro: seu projeto diz respeito a Ele somente.

Ele tem domínio do mesmo, e nem seus mais fiéis seguidores poderiam, ou podem, desviá-lo do sua missão. E segue firme apesar dos amigos e inimigos – afirmou o secretário.

Screenshot 23 1 768x491 1 300x192 - Pastora Helena Tannure se manifesta sobre vídeo do Porta dos Fundos.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS