Um policial recebeu quatro ferimentos de bala e sobreviveu depois que seus parentes oraram por ele naquele momento. “Em nome de Jesus, você vai viver”, exclamou um deles.

O policial, Quincy Smith, foi a um supermercado onde ocorreu um assalto, no Condado de Estill, Carolina do Sul. Ao localizar o criminoso, ele pediu que ele parasse, sem imaginar que o mataria sem piedade.

Malcolm Orr, 29, é o criminoso que se atreveu a atirar no policial, com uma arma no bolso, depois que a polícia ordenou que ele parasse. Em vez de obedecer, ele atirou nele quatro vezes.

As balas atingiram o policial no pescoço, peito e braço, o que causou a fratura de dois ossos no braço, feriu uma veia no pescoço e uma bala danificou gravemente o peito.

Com seus ferimentos, Smith caiu no chão imediatamente, mas conseguiu engatinhar até o carro da patrulha e, pensando que ia morrer, chamou o comando e disse: “Diga à minha família que eu te amo”.

Uma das testemunhas do incidente se aproximou e ajudou a polícia. “Ele veio me ajudar e ficou lá comigo. Pensei que estava morrendo porque estava enfraquecendo devido aos ferimentos graves que tive, principalmente no pescoço. Mas ele ficou lá, me confortou e me deu uma pequena esperança”, lembra ele. o oficial “.

Dois parentes de Smith chegaram ao local pouco antes da ambulância chegar e começaram a clamar a Deus. “Em nome poderoso de Jesus, você não vai morrer. Em nome de Jesus, você vai viver”, disse uma mulher em sua oração pelo policial ferido.

O policial foi levado ao hospital e internado em terapia intensiva com prognóstico reservado, enquanto seus parentes continuavam orando. Milagrosamente, Smith conseguiu sobreviver e iniciou uma série de terapias para sua recuperação.

Fonte: AcontecerCristiano.Net

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS