O cantor sertanejo Eduardo Costa falou sobre sua constatação de que o dinheiro não traz felicidade em uma entrevista concedida recentemente, e resumiu dizendo que somente Deus pode preencher o vazio.

Eduardo Costa é um dos mais bem-sucedidos artistas da música sertaneja brasileira, e recentemente vem dando declarações sobre sua fé. Ele frequenta a Igreja Batista Getsêmani, em Belo Horizonte (MG), e está lançando um disco de música gospel.

O cantor conversou com o apresentador Geraldo Luís, da Record TV, e admitiu que imaginava que com fama e riqueza seria uma pessoa feliz, mas descobriu o exato oposto: “Eu achava que o dia que eu tivesse uma condição financeira melhor eu seria muito feliz. Eu consegui e hoje eu posso dizer que não é isso. Você luta a vida inteira para construir certas coisas e depois você descobre que é tão pobre que a única coisa que você tem é dinheiro”, desabafou.

A solidão de quem tem fama e dinheiro é algo que o incomoda: “Às vezes, eu saio de um show com 50 mil pessoas e quando estou indo para o hotel, sozinho dentro uma van, olho para os lados e não tem ninguém sentado do meu lado, nem para bater um papo”, lamentou.

Geraldo Luís, então, questionou o que faltava para que Eduardo Costa se sentisse uma pessoa feliz, e o artista foi bastante objetivo e sincero: “Eu preciso de Deus”.

 

Fonte: Gospel Mais

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS