João escreve que todos temos pecado, mas que aqueles que cometem pecado não viram Deus nem o conhecem. (1 João 1: 8; 1 João 3: 6). Qual é a diferença?

A queda

O pecado veio ao mundo através de Adão e Eva, que foram desobedientes a Deus. Por meio de seu ato de desobediência (a queda), Adão e Eva foram contaminados e sua carne – sua natureza humana – tornou-se pecaminosa. (Gênesis 3: 1-6, Romanos 5:12) Os desejos habitavam naquela carne despertada e começaram a se opor à vontade de Deus. Esses desejos são chamados de “pecado na carne”, ou nossa vontade própria.

Ter pecado—tentação

Todos os seres humanos herdaram o pecado na carne, e é por isso que podemos dizer que todos têm pecado. (1 João 1: 8) Nós experimentamos isto quando somos tentados. “Mas cada um é tentado quando é atraído e seduzido pelos seus próprios desejos. Então, quando o desejo concebeu, dá à luz ao pecado; E o pecado, quando é completo, produz a morte. “Tiago 1: 14-15. Ser tentado não é a mesma coisa que pecar, mas se conscientemente cedemos aos nossos desejos, o pecado é “concebido”. Isso acontece quando nossa mente está de acordo com o pecado que habita em nossa carne.

Cometer o pecado; Cair em pecado

Há uma grande diferença entre ter pecado e cometer pecado. Aqueles que cometem pecado são aqueles que querem pecar – eles não querem desistir de pecar. “Quem peca é do diabo, porque o diabo pecou desde o princípio.” 1 João 3: 8. “… e o pecado, quando é completo, produz a morte.” Tiago 1:15. Isso está se referindo a uma morte espiritual, uma separação de Deus. Deus não pode ter comunhão com uma pessoa que não abandona o pecado. Essa é uma vida sem esperança e sem Deus.

Quando entregamos nossa vida a Jesus, andamos no caminho que ele andou. Nós nos comprometemos a fazer a vontade de Deus e deixamos de viver em pecado. Começamos uma batalha contra o pecado e começamos a andar no caminho da vida. Mesmo assim, pode acontecer enquanto caminhamos no caminho que caímos no pecado. Entretanto, esta não era nossa mente – nossa mente era servir a Deus e seguir a Cristo. Nós não permanecemos no pecado, mas lamentamos, nos arrependemos e pedimos perdão e voltamos imediatamente. Uma vez que temos a mente para fazer o bem, nossa queda nos acorda e nos ajuda a prestar atenção e ser resolvido para que isso não aconteça novamente.

Não pequeis!

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis.” 1 João 2: 1. Isso deve ser possível porque está escrito tão claramente na Palavra de Deus! O próprio Jesus viveu na terra como um ser humano, com a mesma natureza que nós temos, mas Ele nunca pecou porque Ele nunca viveu de acordo com os desejos que habitavam em Sua carne. Em vez disso, Deus foi capaz de condenar o pecado na carne! (Hebreus 4:15, Romanos 8: 3). A morte não podia prendê-lo e, como resultado, Jesus abriu um caminho de volta a Deus – uma maneira pela qual nós, Seus discípulos, podemos segui-Lo. Que evangelho poderoso e esperançoso recebemos!

Fonte: Cristianismo Ativo

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS