Por: Douglas Junior Correa Guanes
Todos sabemos dos nossos defeitos, mais tem horas que não queremos ser acusados, tudo que precisamos é de um abraço. Alguém que esteja ali para o que der e vier, que nunca vá nos abandonar, que esteve disposto em nos aceitar como somos, que não força uma mudança.

Só mudamos por amor, e não por que queremos mudar, não fazemos tudo o que queremos porque achamos bonito, fazemos porque temos que fazer, ou porque achamos que vale apenas por alguém. Queremos ser reconhecidos pelo nosso esforço e não sermos lembrados, toda santa hora sobre os nossos defeitos.

Não fomos criados para viver sozinho, e quem fala que gosta de ser só, está mentindo. A solidão, tristeza, bate nos momentos de angustia, é quando não temos alguém para nos escultar, abraçar, sentir ao lado, é um sentimento de desespero, é como querer algo e não poder ter.

Tudo se torna pior quando, não estamos exatamente só, quando buscamos esse abraço, o corpo da pessoa amada, e nos deparamos com um não seguido dos nossos defeitos.

Todo mundo passa por isso em algum momento da vida.

Quando uma pessoa carente chegar até você, não critique, de um abraço forte, o carinho é mais constrangedor quando estamos errados, do que uma lição de moral.

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS