Por: One Ministério

“Em Cristo não havia pecado. Mas Deus colocou sobre Cristo a culpa dos nossos pecados para que nós, em união com ele, vivamos de acordo com a vontade de Deus.” (2Corintios 5.21)

Quem nunca cometeu algum erro em relação a uma outra pessoa? Eu já fiz tantas coisas que magoaram ou geraram algum problema com alguém. E acredito que assim como eu, em algum momento da vida, você cometeu um erro que gerou um desentendimento com o seu namorado ou namorada; marido ou esposa; familiar ou amigo próximo. E por conta dessa situação, você e essa pessoa se distanciaram, por pouco ou muito tempo. E quando situações como essa acontecem, existem, geralmente, duas opções: nos acomodamos e aceitamos o que aconteceu, não gerando nenhuma mudança; ou realizamos um gesto amoroso para nos reconciliarmos com quem nos desentendemos, independente de quem está certo ou errado.

Dentro desse contexto anterior, podemos encontrar na Bíblia o maior exemplo, envolvendo o amor, que gerou reconciliações: Jesus Cristo, por meio do seu ato na cruz. E por conta disso, houve uma reconciliação entre Deus e o homem, e, de uma forma amorosa, o Próprio Deus voltou sua face para nós.

O mais incrível nisso tudo é que Cristo sabia que o homem cometeu, e continuava a cometer, vários erros que entristeciam e os afastavam de Deus. E mesmo sabendo quem era o errado nessa relação, não se acomodou e se sacrificou por todos nos.

E o que Salvador fez na cruz refere-se a uma mudança completa no relacionamento entre Deus e o mundo. Tudo o que aconteceu antes e todos os pecados, que geraram essa separação entre o Criador e as pessoas, foram pagos e deixados para trás. Tudo foi colocado na conta de Cristo, que foi tratado como se houvesse, de fato, cometido esses pecados.

Portanto, por meio desse sacrifício, e a partir do momento que aceitamos a Cristo como Salvador, somos perdoados pelos nossos erros e incumbidos do ministério e da palavra de reconciliação. E assim, da mesma forma de quando estamos distantes de alguém, nos temos o dever de ir atrás dessa pessoa para nos reconciliarmos, uma vez que somos cristãos, precisamos ir atrás de quem se encontra distante de Deus e sermos um meio para que haja uma reconciliação.

E lembre-se de quando houver aceitação da mensagem de salvação, na verdade é graças a Jesus Cristo que essas pessoas estão aceitando. O Salvador realiza um ministério de reconciliação em nossas vidas e por meio delas, reintegrando todas as coisas e as conduzindo de volta a Deus.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS