Mais de 300 bispos da IURD em Angola anunciaram o seu afastamento da direção brasileira e do bispo Edir Macedo.

O porta-voz governamental da Angola Valdemar José, falou em uma conferência de imprensa sobre os conflitos no seio da IURD que se tornaram públicos nos últimos dias. Segundo ele, em causa estão vários tipos de crimes.

“Recebemos denúncias de alguns fiéis da IURD em janeiro”, adiantou o responsável do gabinete de comunicação do Ministério do Interior, afirmando que as queixas foram feitas de forma anônima.

As denuncias feitas a denominação de Edir Macedo envolvem práticas consideradas criminosas, algumas porque atentam contra a integridade física de cidadãos, como a vasectomia, castração e abortos forçados, outras contra o patrimônio e outras que configuram já branqueamento de capitais e corrupção.

No último dia 29 de novembro mais de 300 bispos da IURD em Angola anunciaram o seu afastamento da direção brasileira e do bispo Edir Macedo.

“Tendo em conta que o nosso país é um Estado de direito e democrático em que a legalidade é um dos pilares da sociedade, podem compreender que as autoridades competentes não poderiam estar adversas a esta situação”, afirmou Valdemar José.

O porta-voz também acrescentou: “ neste momento, decorrem dois processo-crime que foram unificados num só nos serviços de investigação criminal”.

Instituto Nacional para Assuntos Religiosos, órgão do Estado que acompanha o funcionamento das comissões religiosas no país, já ouviu as partes interessadas, e salienta que o conflito na IURD assenta em acusações relacionadas com violação de direitos fundamentais e dignidade da pessoa humana e em ilícitos de natureza civil e criminal que compete ao Estado averiguar.

“O processo está no seu princípio, mas a lei é clara sobre esta matéria e quanto a medidas sancionatórias. Se se comprovar a prática desses crimes, não teremos outra solução que não a suspensão, revogação do reconhecimento ou extinção da confissão religiosa”

Fonte África Digital 21.

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS