A Igreja Universal do Reino de Deus anunciou que irá processar o jornal O Globo e uma de suas colunistas, Patrícia Kogut, por conta de uma publicação em que a denominação é acusada de vender vagas para atores que desejam atuar em “novelas bíblicas” produzidas pela Record TV.

A Universal e a Record são comandadas pelo bispo Edir Macedo, antigo desafeto do Grupo Globo. Tanto a igreja quanto a emissora vivem em pé de guerra com os jornais, revistas e a própria TV Globo.

Em mais um episódio polêmico, a assessoria de imprensa da Igreja Universal usou o site oficial para garantir que o jornal e a jornalista serão processados: “Na fake news publicada pelo jornal carioca, a jornalista escreveu que a Universal consegue colocações no elenco da dramaturgia da Record TV, a ‘jovens atores aspirantes cujos pais contribuem com dízimo mais gordo’. Trata-se de uma gravíssima e irresponsável acusação, sobre a qual Patrícia Kogut não apresenta um nome, uma prova, ou uma testemunha”, diz a nota.

A assessoria ainda trata como “ousadia” a iniciativa da jornalista ao “espalhar uma mentira em um dos jornais de maior circulação no país” para criticar o fato de que, “a colunista sequer procurou a Igreja para apurar a fofoca que, supostamente, ouviu”.

“Em nota encaminhada à direção do jornal, a Igreja repudiou o ataque promovido por Kogut, e exigiu que ela se retrate pela mentira publicada, ‘em igual espaço e destaque reservado ao texto original, nas versões impressa e online’. A Universal também avisou o veículo que ‘processos judiciais serão abertos’. Além do [jornal] Globo, o site de fofocas ‘TV Foco’ também espalhou a fake news. O veículo foi igualmente alertado que o caso será levado ao Judiciário”, concluiu a nota oficial da denominação.

Fonte: Gospel Mais

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS