Não existe idade certa para realizarmos nossos sonhos e o universitário Carlos Augusto Manço, que entrou na faculdade aos 90 anos, é um dos maiores exemplos disto.

Hoje, com 92 anos e sem muita intimidade com a tecnologia, o senhorzinho tem se adaptado aos tempos de coronavírus e passou a assistir aulas online. Apesar de sentir falta das aulas presenciais e dos amigos que fez na faculdade de arquitetura, ele nos dá uma linda lição de resiliência e otimismo: “Vai passar!”

Carlos é de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, e assim como milhares de brasileiros, não conseguiu fazer uma faculdade enquanto era jovem por questões financeiras. Na época, ele optou por fazer um curso técnico em edificações e deixou o sonho da arquitetura para algumas décadas mais tarde.

Durante mais de 50 anos, ele trabalhou com desenho urbano e ajudou a projetar as obras do hospital universitário da USP Ribeirão Preto.

senhor universitário 92 anos 1 300x215 - Universitário de 92 anos se adapta à tecnologia e nos dá uma linda lição de resiliência e otimismo

Foi aos 90 anos que ele conseguiu realizar seu sonho de cursar a faculdade. Aluno exemplar, ele é a grande inspiração de seus colegas de classe, que podem entender muito mais de tecnologia, mas contam com a sabedoria de quem já viveu quase um século, inclusive para acalmá-los em tempos difíceis como o que estamos vivendo.

“Isso vai passar. Temos que manter a rotina em casa e deixar a mente funcionando”, disse ao jornal Estadão.

Nova Rotina

Apesar da saudade de seus colegas de classe, Carlos está sabendo lidar com o isolamento social e a nova rotina, hoje ao lado da família na Serra da Canastra – Minas Gerais. E olha que para quem nasceu 3 décadas antes da televisão chegar no Brasil, assistir aulas online tem sido um verdadeiro desafio.

O universitário tem dificuldades de digitar e problemas de audição, mas vem driblando tudo isso com muita sabedoria e resiliência, afinal, seu sonho é muito mais importante do que qualquer dificuldade.

“Tem horas que dá vontade de parar pelo volume de estudos, mas a vontade de continuar é maior. Para entrar no sistema de videoconferência, minha neta está me ensinando um pouco a cada dia”, explicou.

Aos jovens que também estão enfrentando dificuldades com a rotina de estudos à distância, Carlos deixa a dica de manter uma rotina regrada. Ele costuma acordar cedo para assistir as aulas, passa as tardes estudando e no tempo livre acompanha as notícias.

A positividade deste senhorzinho inspirador é repleta de sonhos e planos para o futuro, já que quando a pandemia acabar ele pretende estagiar em obras de hospitais — seu desejo há muitos anos!

Fonte: Estadão

POR GABRIELA GLETTE – Razões para Acreditar

O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS