Por: João Guanes

Opção cada vez mais distante

O Dia só estava começando, permanecia deitado esperando o despertar do Relógio. Encontro-me, no terceiro andar, com A Cabeça sobre O Travesseiro. Ouço os Pássaros cantando, de forma harmônica e adorável. Sintonia que penetram aos meus ouvidos, como se fosse, aromas espalhados pelo Ar.

Então, algo parecido com O Piscar de olhos acontece — subitamente sou sequestrado pelos meus pensamentos. Esses, me transportam A Um passado bem distante, lá para O Pantanal Mato-grossense da Cidade de Corumbá. Mais ou menos, com A Idade de nove aos onze anos! Fui morar com o meu Pai e sua Esposa, minha Mãe de criação. O Lugar denominado Castelo. Este Local, é acessível somente pelo Ar, ou água. A Exuberância, de Fauna e a Flora, Faz pensar que O Espaço geográfico foi totalmente idealizado e desenhado pelas Mãos Divinas. Ar puro, canto das Aves, e movimentos sincronizados de Macacos sobre As Árvores. No entanto, existia outras atividades, igual, o cultivo e criação de Animais, abastança em Agricultura.

Não havia luz elétrica. Tomava-nos banho, há beira do rio. De onde saciávamos a sede, e retirávamos O Peixe para O Alimento. Por quanto, inesperadamente! Sons e buzinas de carro e motos me resgatam para O Presente. Vou ter que sair! É mais um dia de trabalho e pesquisa. Estas Lembranças, permitira-me refletir em algumas coisas por exemplo: o que talvez seja bom para mim. Não seja para você.

E Que também A Sabedoria, não se resume somente em ser para viver mas sim em viver, para ser. Não existe certo ou errado. Mas é a escolha quem determina O Grau em consequências. O Hino Nacional do Brasil; Refere-se A Ele como: “Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza. Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, O Pátria amada”. O Trecho do Hino, aponta algumas palavras que merecem atenção. São elas: Natureza, Grandeza, Terra adorada e Amada.

João Guanes: Jornalista e acadêmico de Letras.

RECOMENDAMOS


O Leão de Judá
Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de seus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão. Judá é um leãozinho. (g49:8)

COMENTÁRIOS